Vendas

Dicas para elaborar um bom plano de marketing e aumentar suas vendas

plano de marketing

Independentemente do tamanho do seu negócio, ter um bom plano de marketing ajuda a valorizar a sua empresa. Todos nós sabemos que as estratégias de marketing, quando bem elaboradas e direcionadas a um público específico, resultam na captação de novos clientes e consequentemente, no aumento constante das vendas e no crescimento do negócio.

Plano de marketing

O planejamento de marketing auxilia no controle de gastos e no registro de ações para aumentar o número de vendas. É por meio dele que a empresa conseguirá formular estratégias competitivas que estejam à altura das demandas do mercado, além de idealizar os resultados que deseja atingir.

Analise o segmento da sua empresa

Para a criação do plano de marketing, o primeiro passo é verificar ameaças e oportunidades de negócios. Aqui, você deve saber qual a real situação da sua empresa no mercado.

Qual o seu objetivo?

Para elaborar um plano de marketing, você precisa, antes de mais nada, definir os objetivos da sua empresa. Alguns empreendedores têm um feeling e bom senso para montar o seu próprio plano. Entretanto, alguns preferem ter o acompanhamento de um especialista (ou agência, e nós da EDM2 somos expert nisso!) para elaborar as estratégias.

Trace estratégias

Essa é a parte em que você vai estabelecer de que maneira alcançará os seus objetivos. Lembre-se: as estratégias lhe ajudarão a obter vantagens sobre a concorrência e a se posicionar no mercado. Por isso, essa etapa é muito importante.

Entenda quem são seus clientes

Um plano de marketing tem que ser voltado para o público alvo. Por isso, conheça a fundo os seus clientes. Avalie de maneira detalhada o target da sua empresa.

Faça um cronograma

Para facilitar, o monitoramento da duração de cada ação, os resultados e os recursos necessários que foram utilizados devem ser colocados no papel.

Ficou claro? Agora que você já conhece um plano de marketing, que tal aprender mais sobre as estratégias? Conte com nossa equipe

Marketing para indústrias funciona?

marketing

Você sabe o que o marketing pode oferecer à sua indústria? Investir em marketing estratégico é fundamental para quem quer aumentar a visibilidade da sua indústria e atrair cada vez mais clientes.

Como sabemos, o foco das grandes indústrias, antigamente, era a produção
em larga escala, com qualidades e custos baixos. Não havia, contudo, um contato com o cliente final, o que é importantíssimo nos dias atuais. Sua estrutura era completamente voltada para a produção.

Com o avanço da tecnologia, começaram a surgir as soluções do e-commerce.
Com um site as empresas ganharam a opção de oferecer experiências de compra mais agradáveis aos clientes. Para isso, as indústrias passaram a investir cada vez mais em capacitação, aprendendo sobras as estratégias de marketing digital.

Esteja presente nas redes sociais

Como sabemos, é notório que as mídias sociais atuais, sobretudo o Instagram e Facebook, desempenha um importante papel nos contornos da comunicação empresarial na atualidade. Elas são ótimas ferramentas do marketing para as indústrias. Por isso, vale a pena investir sim em marketing.

Como atrair mais clientes?

Com o tempo, as indústrias foram se aperfeiçoando e perceberam que é preciso criar canais de comunicação para que o público entre em contato de maneira rápida e prática. Instantâneas, elas permitem a aproximação com o cliente final, avaliando suas necessidades, características e expectativas.

Como criar o marketing para sua indústria?

Estando presente nas plataformas digitais, com um perfil ou página cadastrado, é essencial, portanto, interagir com o público, respondendo aos questionamentos e comentários dos internautas, apresentando as novidades da marca e avaliando as respostas dos seus clientes.

Cuidados que você deve tomar com sua estratégia de marketing

estratégia de marketing

Independente do segmento de atuação da sua empresa começar a investir em uma nova estratégia de vendas e divulgação é uma atitude que envolve alguns riscos. As estratégias de marketing digital ainda são novidade para a maioria das empresas. Compete-nos abordar, portanto, que, apesar dos benefícios que a internet pode trazer para os programas e para as ações de marketing digital, essa ferramenta, no entanto, apresenta limitações e restrições que precisam ser conhecidas para evitar que as estratégias de marketing enfrentem reveses na implementação de ações e programas criados para promover as organizações.

Redes sociais

Como sabemos, é notório que as mídias sociais atuais, sobretudo o facebook, desempenham um importante papel nos contornos da comunicação empresarial na atualidade. Mais do que uma tecnologia, as mídias são uma das marcas da sociedade contemporânea, que visa a instantaneidade junto à qualidade e à interatividade. Nessa perspectiva, podemos destacar que a maior mudança proporcionada pelas mídias digitais é permitir que qualquer indivíduo possa ser consumidor, produtor e transmitir informações.

Mire no público certo

Mesmo com o melhor produto, preço e anúncio do mundo, se tentar vendê-lo para as pessoas erradas, você vai falhar.

Não faça suposições

Ouça o que o mercado tem a dizer. Ofereça produtos com base nos feedbacks dos seus clientes.
Planeje suas ações

Fazer investimento sem pensar faz com quer você desperdice recursos preciosos para o seu negócio.

Gostou das dicas? Então nada de investir sem antes planejar, hein. Contate a EDM2, nós podemos te ajudar!

Como aumentar minhas vendas mesmo na crise?

aumentar as vendas na crise

Com o mercado em crise, muitas empresas estão sofrendo com a queda constante de vendas. Se você tem uma companhia, mas não está contente com os resultados que ela está alcançando, saiba que você pode melhorar e muito as suas vendas investindo em marketing digital.

Veja como é possível obter retornos ainda melhores ao trabalhar com uma agência de marketing digital séria e comprometida.

Comunicação estratégica

O foco em um nicho é muito importante principalmente se o seu mercado tem muita concorrência. Ao ficar conhecido como especialista em um determinado segmento, suas vendas irão crescer.

Com o avanço da tecnologia e da rede mundial de computadores, muitas empresas que migraram para o ambiente digital já estão trabalhando a todo vapor e com as vendas lá em cima. Este novo sistema gera diversos benefícios para todo tipo de empresa e você provavelmente já sabe disso.

Conheça seu cliente

A dica é: Invista tempo para conhecer o que motiva seus clientes a comprar.

Conheça suas necessidades, desafios, dores, preocupações e medos. As pessoas compram porque desejam resolver um problema e, se você sabe como resolver, aumentará suas chances de vender.

A EDM2 pode te ajudar…

Ao contratar nossa agência de marketing, você terá ao seu dispor especialistas em análise de mercado, análise de dados, criadores de conteúdo, desenvolvedores web, designers, entre outros, atuando sempre com foco no melhor desempenho de sua empresa.

Aumento das vendas

E se o seu objetivo é alavancar as vendas, com o marketing digital, eventualmente, suas demandas aumentarão sem que você precise se preocupar com isso.

Ficou interessado? Venha bater um papo aqui com a gente. Teremos o maior prazer em atendê-lo

Como cadastrar seu e-commerce nos principais Marketplaces do Brasil

Cadastrar seu e-commerce no Marketplace pode ajudá-lo a ampliar a visibilidade e pedidos dos seus produtos. O canal é muito semelhante ao que as lojas virtuais já executam em seu dia a dia e a documentação necessária para vender no Marketplace é muito simples. Confira aí!

O que é Marketplace?

É bem simples de entender: Marketplace é quando uma loja virtual permite que diferentes lojistas utilizem sua plataforma para venderem seus produtos podendo, inclusive, utilizar toda a estrutura tecnológica e influência destas marcas para atrair o consumidor e gerar negócios para si próprios.

Gestão integrada

Quem utiliza um integrante de Marketplace pode gerenciar todo o seu negócio a partir dessa plataforma. Isso é, você pode integrar seu estoque, pedidos e ter uma visão estratégica centralizada do seu estabelecimento.
Com isso, é possível otimizar seu tempo para executar operações comuns como cadastrar produtos e vê-los espelhados nos Marketplaces, consultar pedidos de todos os canais onde você vende e gerenciar informações de frete.

Mercado Livre

O tráfego no Mercado Livre é bem intenso. Lá, já são mais de 34 milhões de
clientes cadastrados que buscam por produtos e soluções. A vantagem de
vender seus produtos no Mercado Livre é que você pode atingir públicos diferentes e, hoje, a plataforma é uma das maiores do Brasil.
No Mercado Livre a integração é feita na página de “dados da loja” do site administrativo, na seção “Mercado Livre”. Para ativar a integração, selecione o país e clique no botão “autorizar integração”.

B2W (Americas e Submarino)

Em 2017, o B2W Marketplace foi a maior plataforma de Marketplaces do Brasil, com liderança de tráfego e pedidos. Os requisitos para cadastrar e ser aprovado como parceiro são: CNPJ ativo e sem restrições, CNAE para atuar no comércio varejista, inscrição no Sintegra e estar habilitado para emitir nota fiscal (NFe), possuir um certificado digital (e-CNPJ) e conta corrente vinculada a CNPJ. Se você já possui todas essas documentações, basta se cadastrar:
https://www.b2wmarketplace.com.br/v3/cadastro-seller/dados-parceiro/blog

CNOVA ( Ponto Frio, Casas Bahia e Extra)

A CNOVA nasceu da união das marcas Nova Ponto.com e Cdiscount. Hoje, as duas formam uma das maiores companhias de comércio eletrônico do mundo.
Para iniciar a integração com a CNOVA é necessário que a loja entre em contato com o time contratação da CNOVA por meio do link:
http://viavarejonegocios.com.br/marketplace/

Como melhorar as vendas on-line?

Vender produtos on-line na internet é uma tarefa complicada. Afinal são diversos aspectos que devem ser levados em conta na hora de melhorar seu site para que seus clientes comprem. E são algumas delas que trazemos para você.

Fique atento ao seu SAC e mantenha seu cliente satisfeito

Um dos primeiros fatores que os novos clientes procuram são as opiniões. Manter os reviews do seu site e dos seus produtos positivos faz toda a diferença na hora de captar e fidelizar clientes.

Ofertas e Promoções

Impossível negar que quem compra está sempre em busca de promoções e vantagens na hora de decidir. Segundo pesquisas do Boston Consulting Group, 74% das pessoas disseram que a maior influência na hora de comprar é o frete grátis.

Você pode utilizar de outras estratégias, como cupons de desconto e datas promocionais.

Estratégias de Preço

Preços “quebrados”, como R$99,90 tendem a chamar mais atenção do que preços cheios como R$100. Isso aumenta o percentual de compra do produto.

Outro fator é o preço parcelado. Segundo o SPC Brasil, 79% dos consumidores compram parcelado. Portanto, mostrar os valores parcelados logo de cara chama atenção dos compradores.

Segurança da Operação

Um ambiente seguro para compra é essencial para qualquer site de e-commerce. O cliente quer ter a certeza de que está protegido durante toda a sua compra, não correndo o risco de ter seus dados clonados.

Existem diversos selos e certificados de segurança que ajudam a dar ainda mais credibilidade para o seu site.

Compra Mobile virou moda!

Cada vez mais as pessoas realizam suas compras e pesquisas através do celular. Portanto, seu site deve estar acessível e com uma experiência mobile.

Em alguns casos, um aplicativo também é uma ótima saída.

Gostou das nossas dicas? Agora é hora de aplicá-las!

Dicas de como ter um email marketing efetivo

O email marketing ainda nos dias de hoje é uma estratégia usada por muitas empresas e que apresenta um ótimo potencial, já que eles trazem um custo menor e um alto ROI. Mas não pense que fazer e-mail marketing é algo simples. É preciso uma estratégia bem desenha e efetiva, que te diferencie dos demais e não deixe quem recebe irritado com os e-mails. Pensando nisso, separamos algumas dicas para a sua estratégia de e-mail marketing.

Assunto do Email marketing – Deve ser cativante 🙂

Essa com certeza é a principal chave para um e-mail marketing assertivo. É importante entender seu público e criar chamadas que atraiam interesse de quem recebe, caso contrário, o conteúdo dele acaba nem sendo conhecido.

Datas Especiais – Uma forma de lembrarem da sua empresa 

As datas comemorativas são as principais oportunidades para envio de email marketing. Porém, você não precisa ficar preso as datas tradicionais, você pode criar datas de acordo com o seu negócio, trazendo ainda mais oportunidades de mercado.

Seja criativo e pense fora da caixa

É importante que seu e-mail marketing traga sem um tom bem-humorado, afinal, ele é uma forma de demonstrar a alegria da sua empresa. Utilizar GIFs, CTAs mais coloridos e personalizados e a emojis, trazem um tom mais divertido e que atraem o leitor para o seu site. Tome cuidado com o excesso de links!

Não faça SPAM! Use listas opt-in 

Use listas opt-in ou de pessoas que realmente se cadastraram para receber o seu conteúdo; Fale com quem quer escutar!

Dica de Vendas: AMOR ou DOR – Qual dos dois ajuda mais na hora fechar um negócio?

VendasOutro dia, o gerente do banco em que tenho conta me ligou. Depois do breve “quebra-gelo”, começou a me dizer como o seu tio tinha perdido em um incêndio a casa, todos os móveis, os quadros, entre outros objetos de valor e estima. No fim, ele arrematou dizendo que a coisa toda era ainda pior, porque o tio nunca fizera um seguro contra incêndio. Acabei perguntando qual era o valor aproximado do prejuízo e quanto teria custado o seguro que evitaria aquela perda. Em dez minutos de conversa, eu tinha comprado uma apólice de seguro contra incêndio.

Outro dia, o gerente do banco em que tenho conta me ligou. Depois do breve “quebra-gelo”, começou a me dizer como o seu tio tinha perdido em um incêndio a casa, todos os móveis, os quadros, entre outros objetos de valor e estima. No fim, ele arrematou dizendo que a coisa toda era ainda pior, porque o tio nunca fizera um seguro contra incêndio. Acabei perguntando qual era o valor aproximado do prejuízo e quanto teria custado o seguro que evitaria aquela perda. Em dez minutos de conversa, eu tinha comprado uma apólice de seguro contra incêndio.Pouco tempo depois, conheci o irmão de um amigo, o qual logo começou a me falar sobre as inúmeras vantagens de dormir em um colchão magnético. Foram quase 30 minutos de conversa sobre como aquele colchão acabava com as doenças provocadas por questões de postura, as vantagens do uso de tecidos inventados pela Nasa, entre outras coisas. Ouvi tudo pacientemente (para não perder o amigo), despedi-me e fui embora descansar no meu querido colchão de molas.

Essas duas histórias me fizeram pensar sobre uma questão que, tenho certeza, incomoda tanto a mim quanto a você. Afinal, o que é melhor: reforçar os benefícios de usar o produto/serviço, enfatizando os ganhos, ou reforçar os problemas/prejuízos que podem surgir caso o cliente não use o produto/serviço, enfatizando as perdas? Acho que existe espaço para as duas táticas. Mas, para escolher a melhor, é preciso:

• Estar informado se o cliente tem algum interesse explícito ou implícito sobre o produto.
• Saber utilizar uma argumentação que demonstre sempre a preocupação com o cliente.
• Não cansar o cliente com detalhes técnicos que, na maioria das vezes, passam longe de seu interesse.

Meu gerente sabe que sou uma pessoa preocupada com a proteção de meu patrimônio e que também tenho uma corretora de seguros amiga, com quem costumo trabalhar. Tenho certeza de que foi por isso que ele me ligou, não para oferecer um seguro, mas para me mostrar como as pessoas que negligenciam certos riscos podem sofrer perdas financeiras significativas.

Em momento algum o gerente falou que eu também poderia ser vítima de um incêndio. Não tentou me explicar o que o seguro oferecia como cobertura, nem se ofereceu para me enviar uma proposta. Ele simplesmente aguçou minha curiosidade e deixou que eu fizesse as perguntas. Em outras palavras, ofereceu a isca, e eu a engoli por inteiro.

Já o irmão do meu amigo começou a falar sobre as vantagens dos colchões magnéticos que vende, passando a explicar como as pessoas tinham se livrado de problemas de coluna, dores lombares, artrite, artrose, entre outras mazelas, simplesmente comprando, dele, um colchão especial que descobri, no fim, que custava mais de 5 mil reais.

Ele não me perguntou como é minha coluna ou se minha namorada gosta ou não do colchão da minha cama. Pura e simplesmente, despejou sobre mim um grande número de argumentos técnicos, cuja metade eu ignorei e a outra parte, confesso, não consegui entender.É por isso que sugiro: na próxima vez que você for abordar um cliente, lembre-se de falar das dores dele, e não do amor que sua empresa tinha quando desenvolveu aquilo que você vende. Fazer isso pode ser fácil se você falar das coisas que interessam – ou podem interessar – a ele, e não a você. Não fique aí pensando que isso é muito difícil. Imagine a melhor forma de fazê-lo, seja ousado e aja.

Como minha empresa pode vender mais?

Como vender mais

Reprodução Giphy

Não é de hoje que o maior patrimônio de uma empresa são seus colaboradores e a forma como ela se posiciona para seus consumidores e público-alvo.
Nos últimos anos avaliando e ajudando algumas empresas a conquistarem seu espaço, tenho percebido que muitas delas se preocupam muito com o quando precisam “gastar” para promoverem sua marca. Mas a maioria dessas empresas esquecem que o principal combustível para o sucesso não é o quanto ela possui de valores/dinheiro para conquistarem seu espaço, mas o quanto estão dispostas a inovar com seus produtos/serviços e com seu atendimento.

Abaixo vamos falar um pouco mais dessas questões. Se você seguir as dicas e ajustar ao seu modelo e negócios, vai entender que a receita para o sucesso estava em suas mãos tempo todo.

Como posso vender mais?

se relacione com o seu cliente sem medo

Se relacione com o seu cliente sem medo

É o relacionamento, e não o preço. Quais são as formas que você tem criado para construir relacionamentos?

Abaixar o preço dos produtos e serviços não é o suficiente, pelo contrário, você prejudica seu setor e acaba criando uma demanda instável para sua empresa, pessoas que compram apenas por preço possui uma tendência de trocas. Fidelize e conquiste seus clientes de maneira inovadora e criativa. Ofereça prazos, qualidades e principalmente suporte para dúvidas. Cuide do seu cliente como gostaria que cuidassem de você.

 

Converse com seus clientes

Converse com seus clientes

– Construa sua reputação, porque é por ela que você se tornará conhecido. O que as pessoas dizem sobre você quando não está presente?

Você monitora todas as suas ações? Tem conversado com seus clientes em potencial? O que eles dizem nas mídias sociais, através de e-mails ou telefone? Temos casos frequentes de empresas que constroem sua marca através de relacionamentos. Estava eu com alguns amigos tomando aquele Chopp gelado, quando surgiu o assunto “preciso reformar meu apartamento”. Não sei se isso já ocorreu com você, mas reformas nunca são agradáveis, mas um deles tinha acabado de passar por uma fantástica experiência de compra com uma empresa no setor de reformas em geral. Me contando sobre sua experiência, qualidade de produtos e matérias e atendimento, não tive dúvidas nenhuma que essa empresa seria a empresa responsável pela minha reforma. Percebe que os negócios estão sendo feitos a todos os momentos. Quanto essa empresa teve que investir para me ter como cliente? Estamos falando de 100% de lucro por indicação e por seu excelente processo no atendimento.

seja diferente e surpreenda-se!

Seja diferente e saia do cliché

– Crie uma diferença REAL (e percebida) entre você e os outros. O que é memorável em você? O que você tem de diferente dos outros?

Com o avanço da tecnologia e acessos as informações através de vários canais digitas, o consumidor mudou sua maneira de pesquisar e seus hábitos de consumo. Com isso várias empresas foram perdendo seu posicionamento e sua lucratividade foi diminuindo. O investimento maciço em mídias e propagandas em massa não surtiam efeitos e o natural era se desfazer das pessoas. Mas quanto tempo você dispõe para reciclagens? Quantas vezes por semana você e sua equipe fazem reunião e reciclagem?

Entenda a importância desses questionamentos e busque sempre entender os motivos que levam seus clientes comprarem de seus concorrentes, entenda os motivos de tantas perdas na equipe comercial. Seja eficiente na hora de reciclar e atender seus clientes. Deste modo não vai mais sofrer com as constantes crises econômicas que ocorrem no mundo.

Siga grandes marcas líderes em seus setores e tenha sempre em mente que inovar é mais fácil e barato que criar.

Redes Sociais e a era do SAC 2.0

Redes Sociais na era do SAC 2.0

Acervo: Freepik

O SAC 2.0 chegou para ficar e se você possui um negócio as chances são de que você já deve ter investido tempo e dinheiro para a manutenção de uma presença na mídia social para promover sua marca e se envolver com seus atuais e potenciais clientes. Você já fez algum investimento em fornecer um serviço de atendimento ao cliente em uma mídia social ou canal digital (SAC 2.0)?

Muitas marcas, apesar de ter uma presença social, não estão investindo o tempo e recursos para proporcionar um bom serviço ao cliente nesses canais.

Um relatório da NM Incite revelou que, embora quase 1 em cada 3 usuários de mídias sociais preferem entrar em contato com uma marca através das redes sociais.

O estudo apontou que boa parte das pessoas preferem as redes sociais ao invés do telefone. Aproximadamente 36% dos usuários conseguiram resolver os problemas através dos canais digitais. Outros 14% dos usuários relataram que a empresa conseguiu atender rapidamente porém não resolveram o seu problema através daquele canal, e 10% nunca sequer recebeu uma resposta.

Entre nas rede social de vez!

O fato é que quando as marcas estão presentes nas redes sociais, os usuários esperam cada vez mais para ser capaz de alcançá-los lá e receber uma resposta eficaz.

Fornecer uma resposta oportuna e útil para os clientes é de grande benefício para um negócio, mas ignorar a situação ou ficar apagando os comentários e feedbacks pode custar muito caro e sujar a marca. Há relatos de diversas empresas aqui do Brasil que tiveram repecursões negativas por terem agido de tal maneira.

Existe ainda uma grande resistência das empresas em fazer uso desses canais justamente pela exposição e pela potencial viral que um chamado ou atendimento podem causar.  Por isso muitas empresas preferem oferecer respostas “razas” ou genéricas para uma simples reclamação não gerar buzz negativo.

Montamos abaixo uma lista com 5 razões para você transformar a sua rede social em um SAC 2.0 e melhorar o relcionamento com o seu cliente.

1) É conveniente

A ideia de que a mídia social fornece uma resposta mais rápida nem sempre é verdade. Tudo pode depender da complexidade dos pedidos, do volume, e como bem equipada uma empresa é lidar com eles. Mas o que ele oferece é a conveniência.

2) Atenção ao Cliente

As pessoas postam informações, mandam mensagem e interagem com a sua empresa e com isso esperam uma resposta  adequada. Ignorar elogios e reclamações pode pegar muito mal.

3) A boa impressão conta muito

A maneira como você responde nessa situação pode fazer toda a diferença para a reputação e perfil de sua marca. A mídia social tem sido um divisor de águas para atendimento ao cliente, em que ele faz interações  públicamente, tornando as empresas responsáveis pela forma como eles lidam com os clientes e deixando aparente como fazem.

Isso pode parecer assustador para muitos negócios, mas também oferecem às empresas uma grande oportunidade para criar uma impressão positiva e mostrar o seu compromisso com o seu cliente.

4) O serviço de cliente faz uma enorme diferença para a retenção de clientes

Dados de diversas pesquisas (ComScore, Quadrant, Facebook) do segmento apontam que mostram que o atendimento ao cliente como um todo pode influenciar a decisão de compra de um atual e potencial cliente.

De acordo com dados recolhidos pelo Zendesk, 40% dos clientes começou a comprar de uma marca concorrente com base em sua reputação do serviço ao cliente, enquanto 85% estavam dispostos a pagar até 25% a mais para garantir uma experiência de serviço ao cliente superior.

Não fazer esforços para prestar um bom serviço ao cliente (SAC) pode ser realmente caro.

5) Pode ser benéfico para pesquisa de produtos e marketing

Muitas empresas já utilizam as redes sociais como uma oportunidade de gerar upsell de produtos e colher feedback rapidamente sobre o que você está vendendo.

Isso faz com que os clientes se sentem como eles são ouvidas e que a marca valoriza o seu feedback, ao mesmo tempo, tornando-o mais provável que eles vão voltar a comprar um produto similar, ou um item que foi previamente fora de estoque, se a marca mantém as linhas de comunicação aberto.

Com tudo isso em mente, nunca houve um melhor momento para começar a fazer um investimento em bom serviço ao cliente (SAC) e fazer isso com ferramentas e canais que são simples e fáceis de utilizar. Pode ter certeza que assim você conseguirá se diferenciar dos concorrentes que ainda não leram a minha postagem aqui 😉

1 2  Topo