Monthly Archives: maio 2016

O que é Nanopublicidade

multiA Nanopublicidade foca no direcionamento de campanhas de acordo com o perfil de pequenos grupos de pessoas definido, os chamados nanonichos. Mesmo sendo menores, esses aglomerados interagem entre si e com as empresas. Ela veio para complementar o modelo de publicidade já existente, adequando-as às novas exigências do mercado. Uma forma de segmentar e filtrar ainda mais o publico alvo.

Mas, como são definidos os nanonichos?

É preciso uma série de estudos a fim de entender quem são as pessoas que compõe esses grupos, suas necessidades, anseios e como personalizar as ações para melhor atendê-los. Os nanonichos podem ser definidos a partir de características como faixa etária, escolaridade, localização geográfica etc.

O processo desse novo tipo de publicidade baseia-se em atingir um número considerável de clientes com o mínimo de desperdício financeiro, tempo e trabalho. Para que isso aconteça, é necessário uma série de estudos a respeito de cada grupo, traçando perfis de suas necessidades, levando em conta o comportamento do consumidor. A Nanopublicidade veio para complementar a publicidade já existente, chamada de tradicional. Ela também pode ser aplicada em qualquer veículo, online ou off-line.

 

Por que contratar uma agência de Marketing

Agencia de Marketing - Acervo Edm2

Agencia de Marketing – Acervo Edm2

Antes de contratar uma agência de marketing é de extrema importância entender o que é uma agência, o que faz e como uma agência pode ajudar a sua empresa a obter resultados melhores e a melhorar a sua imagem corporativa.

Panorama do departamento de marketing no Brasil

Basicamente uma agência de marketing tem como pressuposto oferecer suporte a campanhas voltadas a vendas e também ao posicionamento da empresa perante seus clientes ou público alvo. Nos dias de hoje com inúmeras ferramentas disponíveis no mercado e também com uma mudança crescente no perfil de seus clientes, tornar a comunicação corporativa de qualquer empresa tem sido desafiador. No Brasil é muito comum encontrar organizações onde o departamento de marketing consiste em uma única pessoa que nem sempre tem um entendimento pleno da área e também acumula outras funções administrativas da empresa, além da grande variedade de ferramentas e da pouca importância dada pelos empresários a área de marketing outro fator que deixa a área ainda mais limitada é verba, vejo em muitas empresas incluindo muitos clientes da Edm2 considerando o marketing como despesa e não como investimento. Sabemos que o marketing deve ser acompanhado por uma série de indicadores de performance os ditos KPIs mas mesmo assim muitas empresas não consideram esses indicadores relevantes suficiente para uma reunião da diretoria. Sabemos que esse desafio de considerar o marketing importante é uma fase de toda empresa independente do seu tamanho ou segmento de atuação e deve ser encarado como tal.

O que uma agência de marketing faz afinal de contas?

Ao contrário que muita gente acha marketing não se limita a fazer imagens no Photoshop ou enviar Email marketing. O marketing tem como sua principal objetivo estabelecer um plano de ação, estratégias para a comunicação da empresa e de seus produtos ou serviços. São os “caras” que oferecem a munição certa para que o seu departamento de vendas consiga vender com mais facilidade, estabelece processos e padrões para que a sua empresa possa se relacionar melhor com seus clientes, fornecedores e colaboradores. O pessoal do marketing tem como responsabilidade de analisar as melhores maneiras, estratégias e canais que a sua empresa pode utilizar para interagir com o mercado (segundo Kotler “estabelecer trocas”).

Mas e agora por que devo contratar uma agência de marketing?

Como explicado acima se você acha que a sua empresa precisa de mais suporte e um folego maior para interagir com o seu público alvo, você já tem um bom motivo para correr atrás de uma agência. É muito importante considerar o marketing como um investimento que pode trazer ótimos resultados para a empresa desde que executado corretamente e que seja valorizado. Ou seja a empresa precisa estar aberta a mudanças e tendências de mercado! Afinal de contas não faz sentido algum contratar uma agência para fazer mais do mesmo, por isso é importante valorizar e deixar com que o seu departamento determine as estratégias para você. Por isso é importante definir o objetivo do marketing e que isso fique claro perante a todos os colaboradores da organização.

Quais resultados devo esperar de uma agência de marketing?

Bom, essa pergunta que todo mundo faz ao contratar um serviço. O grande dilema do marketing hoje é que muitas empresas procuram marketing como uma salvação para vendas e esquecem que o marketing não está somente orientado a quantos pedidos você tirou no dia mas também ao posicionamento, a impressão que as pessoas tem em relação a sua marca, o que seus colaboradores acham de onde trabalham e também como a sua empresa se porta no mercado como um todo. Isso mesmo até a forma como você trata seus fornecedores é uma maneira de fazer marketing! O que as pessoas sentem, percebem, notam, esperam está relacionado ao jeito que você determina o tom da sua mensagem e quem determina esse tom é o departamento de marketing e a sua agência.

Por isso quando chegar o momento de contratar uma agência pense em como você enxerga a sua empresa e onde você quer chegar e alinhe isso com seus colaboradores pois só assim você poderá colher ótimos frutos. Pense nisso!

O que é Marketing One-to-One?

O Marketing tradicional perdeu espaço para ações mais específicas e direcionadas para as novas necessidades dos clientes. Nesse contexto, surge o Marketing One-to-One, focado mais na individualização do público-alvo.

Marketing One-to-One ou personalização?

Marketing One-to-One nada mais é do que tratar os clientes de forma individual, personalizando os produtos e serviços baseado nas preferências desse público. Essa personalização é possível graças a estudos de mercado e feedback dos próprios cliente, que expondo suas necessidades colaboram para esse processo. Aqui o foco passa a ser, além da conquista, a fidelização do cliente.

Para que essa nova vertente do Marketing seja bem aplicada a empresa precisa conhecer a fundo os perfis dos seus clientes. No Marketing tradicional, a preocupação com o público existe, mas não de forma individualizada como no Marketing One-to-One. No primeiro, os produtos e serviços são feitos de maneira padrão, sem a preocupação em personalizá-los de acordo com as necessidades de cada cliente.
Já no One-to-One, o cliente é tratado como indivíduo único. Outro ponto que difere o Marketing tradicional do One-to-One é a questão da fidelização. Ambas as vertentes visam esse processo, porém no One-to-One as estratégias para tal são mais efetivas. Deixou-se de lado o querer apenas conquistar o cliente, para dar lugar a dupla conquistar e fidelizar.

Dicas de como driblar a crise de um pequeno comércio

Acervo: iStock

Acervo: iStock

Mesmo em uma época desafiadora para a economia ainda existem maneiras de driblar a crise e manter as vendas ou até mesmo evitar com que a queda seja maior, o comércio varejista é um dos primeiros setores a sentir o freio no consumo das famílias principalmente por conta do alto endividamento em que muita gente se encontra hoje. Por isso para que você consiga evitar um cenário ainda pior para as vendas do seu comércio bolamos algumas dicas fáceis e simples de serem executadas.

Olhe para dentro do seu negócio

A primeira coisa que um comerciante deve fazer é olhar dentro do seu próprio negócio: Avaliar o que pode ser otimizado e também estimular a equipe para que todos possam participar na solução do problema. O momento exige muito estudo e ponderação para avaliar o que pode ser aprimorado principalmente os custos fixos e investimentos do negócio. Acreditamos ser muito importante fazer uma revisão em todos os processos. Por exemplo, focar em um bom atendimento que possam gerar grandes chances de conversão de compras. O cliente bem atendido gera mídia espontânea, que atrai novos clientes. É como se fosse um ciclo. Investimentos em fidelização também são válidos, pois conquistar um novo cliente exige mais investimento que manter os atuais. Criar promoções atraentes incentivando a compra e também oferecer um leque de produtos acessíveis também é uma boa alternativa.

Como posso lidar com a queda das vendas?

Ser criativo, é muito importante nesse momento. Essa criatividade vem como impulso para renegociar o que pode ser renegociado, como por exemplo os custos fixos. Não significa sair cortando todos os gastos, é preciso traçar estratégias de readequação para que seja cortado somente o necessário. Muito cuidado com cortes que podem prejudicar e não melhorar a situação. A participação da equipe na criação das estratégias para enfrentar esse momento de baixa na economia é importante e pode ser um diferencial. Ela irá oferecer um feedback mais assertivo e direcionado sobre a situação do estabelecimento. O proprietário precisa ser participativo no processo de vendas para que essa proatividade possa ser mais uma força de melhoria contínua para o negócio.

Como posso continuar a atrair clientes?

Invista em ferramentas digitais. O mundo está cada ver mais conectado e por isso é preciso estar onde o seu cliente está. Recomendamos o uso das redes sociais a favor da empresa. Por exemplo, tenha um bom site, crie experiências e desperte interesse, pois isso incentiva o seu cliente e consequentemente ganha visibilidade. Firme parcerias com outros comerciantes da região, porque essa união pode gerar uma ajuda mútua para conquistar novos clientes.Não existe possibilidade de atrair clientes sem investimento portanto todo investimento focado em atrair clientes deve ser mantido ou otimizado, milagre em pote não existe portanto vá atrás de seus clientes e procure ferramentas que possibilitem fazer isso!

Ser criativo é fundamental. Converse com a sua equipe, com o seu cliente procure saber o que eles querem, não tome decisões sozinho converse com seus amigos e familiares, com outros comerciantes, procure saber o que está dando certo para adaptar o seu negócio à medidas mais favoráveis. Saia da zona de conforto e não tenha medo de ousar. Não é porque o seu concorrente não faz que você não deve fazer!!

 

Retargeting e a crise

Reprodução: iStock

Em tempos de crise muitas empresas notaram o desaparecimento da demanda diante dos seus olhos, principalmente o mercado online que está cada dia mais competitivos, hoje para ter a atenção de um internauta custa muito mais que a anos atrás. Por isso com a Os efeitos d estagnação econômica exigem uma renovação na forma e na eficiência para resgatar ou reter seus clientes. Mesmo assim muitas empresas não fazem uso de tecnologias que são simples de serem implementadas e que as vezes já estão habilitadas dentro do Google Analytics! Uma delas é o retargeting.

Como o retargeting funciona?

O retargeting/remarketing pode ser utilizado para fisgar novamente um ex cliente, potencial lead ou visitantes, as regras de remarketing do mercado permitem lojas online e websites a definir perfis de cada usuário para que ele volte essa tecnologia visa capturar esses clientes de acordo com esse perfil e mostrar anúncios de maneira mais efetiva e direcionada. Por exemplo: Uma cliente interessada em vestidos azuis da marca X entrou em um e-commerce para olhar os modelos, a partir daí o mecanismo guarda essas informações de comportamento: cliente, vestido, azul, marca x e guarda essas informações. Logo depois esse cliente saiu e visitou outro site e uma rede social diversos anúncios sobre vestidos, da marca x e da cor azul começam a surgir. Esse exemplo faz com que o retargeting seja simples, mas nem sempre é assim, a funcionalidade existe agora cabe a empresa usar essa funcionalidade para atrair, reter ou até mesmo repescar clientes. Tudo depende da estratégia adotada!

Tudo na medida certa!

Em alguns casos podemos notar que grandes sites de e-commerce utilizam essa funcionalidade ao ponto de se tornar irritante por isso é importante usar esse importante mecanismo com moderação, já que o excesso pode causar repulsa! Na medida certa, o retargeting inteligente só tem a melhorar a percepção do cliente em relação à marca e torna-lo um consumidor recorrente, podendo aumentar a conversão em até 35% desde que feito corretamente e com muito planejamento.

Por isso que o retargeting pode ser uma ferramenta essencial para os tempos de crise já que o principal objetivo é reter clientes e repescar potenciais leads.

As 7 lições da Disney para encantar clientes.

disney

Reprodução: Disney / Walt Disney Company (disney.com)

O nome Walt Disney imediatamente evoca todo o tipo de associações maravilhosas que se pode imaginar – magia, criatividade, encantamento, imaginação, surpresa, espetáculo e por aí vai. Os efeitos, os cenários e seu posicionamento são tão únicos e marcantes que as pessoas muitas vezes só se concentram na parte das atrações e esquecem que ela ainda é uma “empresa” iguais as outras. Claro, se não fosse por esses detalhes: Desenvolvem o melhor produto que podem, dão as pessoas treinamento eficaz para sustentar um atendimento excepcional e aprendem com as suas experiências.

Abaixo quero fornecer 7 dicas valiosas para você começar a implementar em sua empresa e desse modo tornar seus sonhos, desejos e metas algo tangível para se alcançar.

  • Concorrente é qualquer empresa com a qual o cliente o compara: O consumidor está cada vez mais informado, exigindo um preço justo e benefícios que atendam às suas expectativas. Cabe a sua empresa oferecer um produto/serviço de qualidade e que consiga não simplesmente satisfazer, mas encantar.
  • Fantástica atenção aos detalhes: Saber que cada detalhe foi planejado minuciosamente para entregar algo há mais ao cliente é algo que gera valor e fideliza.
  • Todos mostram entusiasmos: Vender não é algo fácil, por isso a alegria neste processo satisfaz o cliente e o deixa mais próximo de fechar com sua empresa.
  • Tudo mostra entusiasmo: Trazer um ambiente vibrante, que transborde alegria e deixe evidente o prazer em curtir aquele momento traz excelente resultados.
  • Múltiplos postos de escutas (NPS): Escutar sempre quem estiver disposto a falar, sejam críticas ou sugestões. A maior fonte para inovar é saber o que o mercado pensa.
  • Recompensa, reconhecimento e comemoração: Recompense e reconheça bons resultados, seja da sua equipe como os seus possíveis clientes. Cultive estes momentos e comemore, pois, tudo pode mostrar entusiasmo (ALEGRIA).
  • Toda as pessoas são importantes: Qualquer pessoa que entra em contato com você é uma possibilidade de criar valor e aprender com elas. É essencial reconhecer essa importância.

Toda as empresas buscam atingir a mesma meta: atender melhor as pessoas que compram seus produtos e serviços e aumentar seus lucros. Mas poucas se dispõem de encantar, fidelizar e ser diferente. Com o momento que estamos passando em nosso país, o custo para se ter um novo cliente passou a ser 3x mais que o ano passado. Crie laços, ouse em encantar e acima de tudo, venda por uma riqueza maior que o valor investido pelo cliente. Nunca esqueça que valor é o oposto de preço.

“Se podemos sonhar, também podemos tornar nossos sonhos realidade”

Walt Disney

Razões para a sua empresa investir no WhatsApp

O WhatsApp veio e revolucionou a maneira como as pessoas se conectam, conversam e interagem. Você se lembra quando as pessoas trocavam mensagens através do Beep/Pagers? (Acredite, eu tinha e me achava sensacional na época), todo o processo de troca de mensagens passava pelas mãos dos usuários, então era direcionado para uma central responsável e, está central ficava encarregada de efetuar a entrega.

Depois dessa “ERA” que para muitos era uma revolução na comunicação da espécie humana, veio com requintes de tecnologia e sofisticação o SMS que por sua vez, deu um BOOM na maneira com que as pessoas se comunicavam, surgiram junto, muitas operadoras de telefonia móvel e essa indústria lucrava milhões por ano. Mas tinha um grande problema, essas empresas não estavam prontas para o aumento significativo ao acesso aos telefones móveis, com mais pessoas aderindo aos serviços e pacotes de SMS, foi se afunilando os problemas em suas centrais de controle, tecnologia e monitoramento, com esses problemas mais comuns, muitas pessoas evitavam tal envio, temendo não ser entregue pela sua prestadora de serviço. O grande desafio então era torna essa comunicação, instantânea e precisa.

Então, foi assim que em 2009, Jan Koum deu vida, para o que chamamos de “O Marco na Comunicação Humana” veio então o WhatsApp, assim revolucionando os problemas de comunicação via mensagens de textos. Empresa que logo foi adquirida pelo Mark e toda sua tropa estrelar do Facebook em 19/02/2014 pelos incríveis 16 bilhões de dólares (Se eu contar para o Mark que tenho o Whats por 3 anos e de graça, acho que ele tem um infarto rs).

Agora chega de informação e vamos para as principais razões:

Mensagens instantâneas:

Essa é uma das principais vantagens do aplicativo. O fato de enviar e receber mensagens de forma instantânea, facilita e muito a vida de milhões de pessoas ao redor do mundo (vale ressaltar que para o recebimento e envio é necessária uma conexão online 3G/4G ou WIFI). Em suas mensagens procure não se estender e ser bem objetivo, não enviei muitas informações e não seja tão formal, os usuários de WhatsApp buscam uma conversa dinâmica e objetiva.

Mensagens de áudio:

Essa função também é uma das mais utilizadas pelos seus usuários, principalmente quando está dirigindo (aos motoristas de plantão, cuidado ao usar seu aparelho no transito, é uma infração gravíssima e pode lhe render 4 pontos na carteira de habilitação e uma multa de R$ 85,13). Em nossa agência usamos e abusamos desse recurso, e com o tempo fomos notando que áudios longos e carregados de informações, acabavam sendo ouvidos depois e muitas vezes não respondidos, conforme fomos usando o aplicativo, notamos que áudios com a duração de no máximo 45seg são bem mais aceitos e suas respostas possuem um intervalo menor que nos outros áudios.

Valeu ressaltar que o WhatsApp, não foi desenvolvido para aumentar o faturamento da sua empresa, quando for usá-lo de forma comercial, use com o intuito de comunicação rápida, clara e instantânea. Assim você consegue prender a atenção do seu possível cliente e todo o processo de compra flui naturalmente.

Use este recurso como plataforma para tirar dúvidas, notificar sobre novidades e manter sempre o pós-venda. Casando bem as estratégias, sua maneira de interagir com seu consumidor vai melhorar, você passa a ter um entendimento mais claro do que as pessoas querem e a consequência disso é o aumento do seu faturamento.

Acompanhe outras dicas e torne possibilidades em oportunidade clicando aqui.

 Topo