Monthly Archives: março 2014

Utilizando KPI’s para ações de marketing

mtrDurante algum tempo aqui na Edm2 tenho notado que muitas empresas sejam elas grandes ou pequenas possuem uma certa dificuldade de mensurar de onde, como e quando seus leads aparecem. Lembrando que leads são potenciais compradores que podem se tornar clientes. Algumas empresas não possuem recursos humanos para tomar conta disso ou não consideram importante saber o que dá certo e o que não dá. Mas para que uma empresa tenha sucesso em suas ações primeiro é importante estudar o estado atual do marketing, fazer uma apuração ou diagnóstico do que é feito hoje e o que será feito amanhã para determinar uma estratégia e seu objetivo.

O que são KPIs e como determinar “KPIs”?

Na hora de determinar a eficácia de uma ação ou campanha de marketing existem muitos indicadores que podem de fato concluir se sua ação foi boa ou não mas isso vai depender do objetivo da ação, como por exemplo: existem muitas ações que não são focadas em atrair clientes diretamente, já outras tem o único objetivo mostrar que a empresa existe. Por isso é importante definir os KPIs de uma ação, mas afinal de contas o que são KPIs??
KPI é uma sigla inglesa “Key Performance Indicator” ou em portugues “Indicador chave de desempenho” (KPI) é uma medida específica de desempenho de uma organização em alguma área do seu negócio. As vezes para algumas empresas o importante não é o número de vendas mas sim quantas vendas foram entregues no prazo, quantos clientes pediram o produto ou serviço anunciado e quanto % a determinada venda de um produto compõe a receita total da empresa. KPI é um indicador que difere de acordo com o objetivo do negócio e também da ação de marketing em sí. O uso desse tipo de indicador pode otimizar o jeito que olhamos a números de resultado de  campanhas principalmente as campanhas digitais que podem ser facilmente mensuradas. O ROI ou “Return on Investment” pode ser considerado um KPI, ou seja podemos dizer que o KPI é o pai do ROI e que KPI’s são um conjunto de indicadores sobre determinada campanha ou ação de marketing.

Exemplos de KPI

  • ROI – Retorno sobre investimento.
  • Número de potenciais clientes e clientes fechados.
  • Quais campanhas compõem seu lucro/receita.
  • Quais canais vendem mais que outros.

Por isso KPI é uma poderosa ferramenta dentro de uma empresa, pois só assim você poderá ter certeza se as ações que sua empresa propõe são eficientes.

Vendas pelas redes sociais

Redes sociais são importantes

Fonte: Shutterstock

Você sabia que oitenta e sete por cento das empresas e profissionais de altos cargos estão ativos no LinkedIn, tornando-se top site de mídia social, seguido pelo Twitter (80%), Facebook (80%) e YouTube ( 61%). A mídia social é importante não só para manter um olhar atento sobre a reputação da sua marca, mas também para a identificação de novas oportunidades de vendas e cultivar leads (potenciais clientes).
A inatividade em mídias sociais não só define o seu negócio para vulnerabilidades em tempo real, mas também faz com que sua empresa perca clientes novos. Aqui estão 5 dicas sobre como usar as mídias sociais para gerar leads de vendas e expandir o alcance do seu negócio.

1 – Use o LinkedIn para gerar demanda de venda social

O LinkedIn não é apenas para pesquisadores de trabalho. De acordo com a ComScore, mais de 33,4 milhões de profissionais visitam o LinkedIn a cada mês para construir e manter contatos profissionais, trocar ideias com especialistas do setor industrial e gerar demanda de vendas. No jogo de “é tudo que você sabe“, o LinkedIn é o melhor lugar para se conectar com as pessoas da sua área. Use um software de automação de marketing para manter o controle sobre os perfis de seus contatos de negócios do LinkedIn e saiba quando os contatos estão a procura de informações industriais. Com a correta inteligência, é possível identificar as oportunidades de vendas em andamento.

2 – Transforme saídas de dados em ações
Você está twittando no ciberespaço – ou são leads de vendas reais respondendo a sua mensagem? Os dados de mídias sociais são uma fonte significativa para entender como seus clientes e até mesmo seus potenciais clientes se comportam. Mas, se esses dados forem definhando numa planilha do Excel, ele não está sendo útil. Verifique suas interações e métricas de desempenho. Qual é o alcance da mídia social da sua empresa? Quem retuita ou gosta de suas mensagens? Compreender o alcance dos seus dados fornece informações importantes sobre o seu mercado alvo. Como é possível aproveitar essas informações para atender melhor seus clientes?

3 – Identifique oportunidades upselling
A mídia social é uma plataforma privilegiada para a identificação de oportunidades potenciais upselling. Use o LinkedIn, o Facebook e o Twitter para acompanhar a expansão dos negócios, crescimento e novas contratações. Todas essas mudanças representam oportunidades potenciais para o seu negócio. Ao se conectar com clientes potenciais e clientes nas mídias sociais, a sua empresa será melhor posicionada para tirar proveito dessas oportunidades.

4 – Melhore a sua reputação social
Sendo a responsabilidade corporativa um imperativo social cada vez mais crítico, a mídia social é a chave para ligar o seu negócio a causas socialmente responsáveis. Seja limitando a sua pegada de carbono corporativa ou apoiando uma organização local sem fins lucrativos, o marketing de mídia social é totalmente construida de relacionamentos – e o marketing social é fundamental. Os consumidores são mais propensos a se identificar com as marcas do que com verdadeiras causas. Use a mídia social para gerar entusiasmo em torno de uma causa que interessa a seus clientes alvo e clientes.

5 – Prestação de serviço instantâneo
Assistência social é o novo atendimento ao cliente. Atualmente os clientes esperam atendimento rápido, imediato e eficaz. A mídia social tem condicionado os clientes a esperarem um feedback instantâneo. Falha em fornecer uma resolução de imediato não só pode levar à insatisfação do cliente, mas também causar ainda mais danos do que o erro de atendimento.

Mantenha os clientes atuais felizes e incentive os potenciais clientes a escolherem o seu negócio, oferecendo uma conta no Twitter ou Facebook dedicada ao atendimento. E, enquanto uma resposta favorável é sempre o melhor, lembre-se que uma resposta rápida é tão importante quanto, especialmente se há pouco que se pode fazer imediatamente para resolver o problema.

Os clientes satisfeitos, particularmente aqueles que tiveram contato através de problemas, são seus melhores advogados e fonte principal de referência.

4 dicas para melhorar sua presença nas redes sociais

redes

Fonte Imagem: The Drum UK

Os consumidores de hoje gastam uma quantidade considerável de tempo em mídias sociais principalmente aqui no Brasil onde de acordo com a pesquisa da Forrester os Brasil é um dos principais países que mais gastam tempo nas redes sociais (FORRESTER, SOCIALMEDIA 2013 RESEARCH), interagindo não só com a família e amigos, mas cada vez mais com as marcas também. Empresas de diversas categorias – desde varejistas até restaurantes – estão construindo com sucesso canais de mídia social para gerar fidelidade e compromisso com seus clientes e potenciais clientes. Na verdade, o Facebook anunciou recentemente que 24 milhões de pequenas empresas mantém páginas ativas em seu site. Aqui na Edm2 não é diferente, monitoramos aproximadamente 30 páginas de Facebook de diversos clientes, sendo o Facebook a rede social de maior foco por parte das empresas. Ao desenvolver ou melhorar os seus meios de comunicação social para 2014 , leve em consideração o seguinte:

1 – Determine quais os canais de mídia social funcionar melhor para o seu negócio:
Facebook e Twitter oferecem plataformas para atingir a grande maioria dos consumidores com atualizações de negócios, vendas e promoções, novos produtos e serviços e assim por diante. Eles também oferecem a possibilidade de se envolver em conversas com os consumidores sobre dúvidas, preocupações e reclamações. Os sites de mídia social especializados também proporcionam benefícios. O Pinterest, por exemplo, permite que as empresas compartilhem ofertas visualmente atraente como roupas, móveis, arte e paisagismo, com um público relevante. E sites como o YouTube permitem que as pequenas empresas, como um DJ, postem vídeos de suas últimas atuações, ou uma padaria local compartilhe como faz o seu pão favorito. Como ponto de partida , passe algum tempo mapeando os canais que você deseja usar para o seu negócio e por quê.

2 – Desenvolva um calendário editorial:
Se você criar uma página para o seu negócio em uma rede de mídia social, é imperativo que você mantenha seu compromisso e não deixar a página ociosa . Os consumidores esperam que as empresas atualizem seus canais de mídia social, várias vezes por semana, com informações relevantes. A fim de manter um fluxo constante de atualizações, desenvolva um calendário editorial com antecedência, para que você possa mapear o conteúdo e coordenar seus esforços. Incorpore fotos interessantes, vídeos e outros conteúdos visuais para incentivar seus seguidores a continuarem conectados.

3 – Responda prontamente às perguntas dos consumidores:
Os consumidores esperam que você responda as perguntas, comentários e outras informações que eles compartilham. Assim, a criação de um processo para monitorar as páginas dos seus negócios é fundamental.

4 – Compartilhe!
Uma vez que os canais estejam estabelecidos, compartilhe suas informações onde e como puder: através de cartazes e panfletos, anúncios, no seu ‘site de negócios’, etc. Explique aos clientes por que vale a pena seguirem você.

Caso essas sugestões seja muito para você, fale conosco! Nós cuidamos das redes sociais de sua empresa e fique despreocupado. Conheça aqui nosso serviço de monitoramento e gerenciamento de redes sociais.

 Topo