estrategia de marketing

A Reputação nas Redes Sociais

“Uma boa reputação aumenta o valor de tudo o que a organização faz e diz. A má reputação desvaloriza seus produtos e serviços e age como um ímã que atrai ainda mais desmoralização” (Dowling, G.)

A forma como uma empresa opera, opina e interfere, com atitudes e posturas que denotem responsabilidade, transparência, sustentabilidade, cidadania, entre outras, vai formando sua reputação ao longo dos anos, e que nem sempre relacionada diretamente aos seus produtos ou serviços, mas a maneira como ela atua na sociedade.

Com a proximidade de seu público através das redes sociais, as exigências tornam-se ainda mais intensas e diretas, e em rítmo bastante acelerado. Entretanto, muitas empresas ainda cometem alguns erros básicos, como, por exemplo, não responder a dúvidas ou reclamações, preferindo manter o silêncio, o que pode causar repercussão negativa, ameaçar sua reputação e afetar os relacionamentos com clientes e investidores.

A reputação corporativa é contruída aos poucos, no dia a dia, através das diversas imagens que a empresa transmite ao longo do tempo. Fundamental, uma boa reputação gerará apoio e respeito de seu público, “segurará a barra” se algo negativo surgir, como também proporcionará vantagem competitiva com relação aos concorrentes.

A gestão da reputação na nova “Economia da Reputação” precisa ser uma prioridade muito bem planejada e administrada pelas empresas e vai muito além de parecer bonito. Pense nisso.

A propagação de uma mensagem nas redes sociais supera as outras mídias, tanto impressa, como televisiva, entre outras. A amplitude e diversificação do público presente nas redes sociais permitem grandes audiências para sua empresa. Por isso, você deve estar preparado para utilizar as redes sociais ao seu favor. Veja como em: http://www.edm2.com.br/servicos/social-media

Campanha contra o abuso infantil

Untitled-2Muitas vezes, as idéias mais criativas são também as mais simples e interessantes.

A Fundación ANAR, da Espanha, uma organização sem fins lucrativos que ajuda crianças e adolescentes em situação de risco, lançou a campanha “Sólo para Niños” para solucionar o problema de crianças que são abusadas e que na maioria das vezes caminham lado a lado de seus agressores.
A criatividade da agência Grey, da Espanha, foi excelente. No mesmo cartaz foram inseridas duas mensagens distintas, mas uma delas é visível somente por crianças. Através de uma imagem lenticular, levando em consideração a altura média de adultos e de crianças até 10 anos, as imagens vão ficando diferentes.

O processo é parecido com aqueles antigos tazos, que mudavam a imagem conforme movimentados.
Assim, enquanto adultos enxergam uma mensagem de conscientização:

“Às vezes , o abuso infantil só é visível para a criança que o sofre”

As crianças visualizam a imagem de uma criança machucada e o número do telefone onde podem encontrar ajuda, com a seguinte mensagem:
“Se alguém te faz algum mal, ligue-nos e nós te ajudaremos”

A Publicidade Interativa nos Tablets

Com a popularização da banda larga e conexão wi-fi, a venda de tablets tem sido um grande sucesso no mundo inteiro e superado até mesmo os smartphones.

Com os usuários cada vez mais conectados nas redes e aplicativos, a publicidade nas palmas das mãos e com interação imediata com os consumidores já é um fato e o principal motivo de tanto sucesso.

Segundo estudos divulgados recentemente pela Rhythm NewMedia, os anúncios em tablets possuem uma taxa de engajamento de 21%, enquanto nos smartphones, a mesma taxa é de 9,4%.  Uma pesquisa da Nielsen constatou que 17% dos donos de tablets buscaram informações mais detalhadas sobre um produto anunciado e que um dos motivos da maior taxa de compras feitas a partir dos tablets é devido a tela ser maior e mais confortável. Outro recurso que agrada, principalmente os jovens, são os anúncios direcionados para a localização do usuário.

O Google já vem investindo na sua plataforma para a criação de peças publicitárias para aparelhos móveis desde 2009. E o facebook divulgou aumento significativo de suas receitas no primeiro trimestre de 2013, sendo que a venda de publicidade para smartphones e tablets já está representa mais de 30% de seu lucro.

Apesar do desenvolvimento de anúncios criativos para tablets estar em seus primeiros passos e ainda ser um enorme desafio, alguns resultados estão fazendo sucesso e surpreendendo.

A Nissan conseguiu uma solução bem interessante para divulgar o lançamento de seu carro com pintura “autorreparável”. Trata-se de uma tecnologia praticamente à prova de riscos desenvolvida pela montadora. Veja o vídeo:

 

Veja também:

A propaganda da Tramontina:

 

E uma maquete interativa:

O Sucesso da Campanha Dove – Retratos da Real Beleza

Assim que foi lançado o filme da nova campanha da Dove nos Estados Unidos e Brasil, Retratos da Real Beleza se tornou viral e já alcançou mais de 20 milhões de pessoas.

O filme mostra diferentes mulheres sendo retratadas por um desenhista forense do FBI com base, apenas, em suas próprias descrições. Em um segundo momento, o profissional redesenha essas mulheres, usando as descrições feitas por outras pessoas. O resultado são retratos muito mais bonitos. A mensagem é direta: as mulheres são muito críticas em relação à si mesmas e tem muita dificuldade de enxergar sua beleza natural, diferente da forma como as outras pessoas as enxergam. O filme emociona e resgata a auto-estima.

O tema causou tanto interesse, que até mesmos veículos que não costumam dar ênfase a essas publicidades, como New York Times, Financial Times, Wall Street Journal, The Independent, entre outros, citaram e comentaram sobre a campanha. Também já existe até uma paródia muito bem humorada, feita por um grupo de comediantes americanos, com o tema: “Homens, vocês não são tão bonitos quanto pensam”

A magnitude desse sucesso surpreendeu tanto a agência de publicidade como a própria Unilever. É muito raro acontecer de uma campanha repercurtir de uma forma tão explosiva e positiva na vida das pessoas. Com certeza, este filme entrará na história da propaganda mundial.

Curtam:

O Marketing da Copa do Mundo

Edm2

As 12 cidades anfitriãs da Copa do Mundo da FIFA Brasil 2014 são Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Brasília, Cuiabá, Curitiba, Fortaleza, Manaus, Natal, Porto Alegre , Recife, Salvador e São Paulo.

Para promover o evento, a FIFA divulgou os cartazes oficiais de cada cidade-sede. A criação de cada cartaz foi responsabilidade de cada uma das prefeituras, que escolheu o designer e procurou destacar a melhor imagem que representasse a sua cidade. Mas, além das cidades, esses cartazes promovem as marcas do campeonato.

Vejam como ficaram:

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Além disso, a EMBRATUR preparou alguns vídeos panorâmicos, gravados com câmeras especiais, onde é possível viajar nessas cidades a 360 graus:

Veja em: http://www.braziltour360.com/pt/index.html#brasilia

O Homem e a Publicidade

novos conceitos masculinos

O Homem e a Publicidade

Felizmente a sociedade machista acabou. Aquelas antigas imagens de homens dominadores e conquistadores nas publicidades vem sendo substituidas pelo homem atual, que não tem medo de expor a sua sensibilidade e suas carências. Hoje, o homem, além de desempenhar suas atividades profissionais, é participativo nas tarefas do lar, preocupa-se com sua saúde, seu bem-estar físico e mental, é vaidoso e cuida do seu corpo e da sua pele, sem perder a sua masculinidade.

Como reflexo dessas mudanças sociais, a nova publicidade mostra homens trocando fraldas, preparando alimentos, cuidando das unhas, dos cabelos, da pele e tantas outras atividades, antigamente exclusivas das mulheres.

Com relação aos produtos de beleza, de acordo com pesquisas do IBGE, o segmento masculino já representa 37% do volume total de vendas e movimenta cerca de 15 bilhões por ano. O País só perde para os Estados Unidos, mas calcula-se que alcançará o primeiro lugar no ranking até 2015. Algumas empresas tem focado esse mercado, realizado pesquisas de consumo e lançando novos produtos ou adaptando produtos femininos para o público masculino. São cremes para rugas, dermocosméticos para tratar manchas, flacidez e gordura localizada. A americana Old Spice, criou o slogan “Deixe de ter o cheiro de sua mulher e cheire como um homem”. A Unilever, por sua vez, ampliou a linha da Dove Men com cremes de pentear, condicionadores e xampus.

A Nívea lançou o “3 em 1”, juntando sabonete, xampu e gel de barbear num único produto. Axe e Gillette são outras marcas que investem no mercado masculino. A Axe, na qualidade de suas fragrâncias, enquanto a Gillette trouxe o Body Sensy, um aparelho para raspagem de pelos do corpo.

São novos comportamentos que surgem na faixa etária dos 20 e 50 anos, quebram velhos conceitos e paradígmas e que as mulheres estão adorando:

“Homem desleixado? Nunca mais!”

Marketing e Sustentabilidade

Idéias sustentáveis

Idéias sustentáveis

Antigamente o foco principal do marketing era vender mais. Depois, passou a ser dada maior atenção ao comprador. Hoje, as empresas mais conscientes, começaram a mudar seus conceitos e a enxergar seus consumidores como pessoas que se preocupam com sua saúde, com a saúde do planeta e querem colaborar com um mundo melhor. Então passaram a concentrar o marketing no ser humano, primeiramente para sobreviverem, depois, para obter bons resultados com iniciativas sustentáveis.

Atualmente, o marketing precisa focar o planeta, os recursos naturais, a população, a qualidade de vida, produtos e serviços sustentáveis, preços justos. Mas é muito importante que haja transparência e honestidade. De acordo com o Conselho Empresarial Brasileiro para o Desenvolvimento Sustentável, 85% dos consumidores brasileiros não acreditam nos discursos sustentáveis das empresas.  Esse alto índice é devido a muitos negócios propagarem práticas sustentáveis inexistentes, aproveitando-se do “mercado verde” somente para obterem lucro em cima do tema. Mas há muitas empresas fazendo muitas coisas boas, com ótimas iniciativas, mas que não comunicam ou não sabem transmitir a mensagem de forma adequada para o seu público e acabam perdendo oportunidades, e há, ainda, aquelas que fazem, mostram que fazem, e estão colhendo excelentes resultados com o fortalecimento da marca e lucratividade nas vendas.

Em resumo, o novo marketing empresarial, sustentável, é possível e incentiva mudanças sociais necessárias para tornar nosso mundo melhor.

Marketing e sustentabilidade é, com certeza, um casamento perfeito!

As empresas e a grande festa social

Edm2 Midias sociais

As empresas precisam participar da grande festa social

As empresas precisam estar presentes nas redes sociais. Isto é fato. Mas apenas estar presente não basta. A questão é aprender a lidar com as redes sociais e saber interagir com o seu público. Nesse ponto, pesquisas apontam que poucas empresas sabem utilizar as novas tecnologias.

Nas redes sociais, qualquer publicidade deverá levar em consideração a integração ao meio, estabelecendo  vínculos com as pessoas, conhecendo o seu público, para poder atingi-lo de forma adequada, com uma comunicação transparente e personalizada, que agregue valor .

As empresas precisam estar presentes onde o seu público está, usar os recursos e aplicativos que as novas tecnologias disponibilizam para enriquecer suas marcas e vender seus produtos. Podemos afirmar que uma marca não existe se ela não for vista. Com o crescimento das redes sociais, é preciso adequar a estrutura e acompanhar o movimento, como participante de um evento social. Se a empresa foca massivamente seu objetivo de vender, acaba transmitindo uma imagem negativa e grosseira. Há também aquelas que criam lindas vitrines, mas ficam estagnadas, apenas esperando acessos. Isso não funciona nas redes sociais, pois as pessoas querem interagir e opinar.

Essa integração também deve ser interna, com o alinhamento e a participação dos profissionais envolvidos no negócio colaborando na formação desse ambiente social. É preciso também aprender a lidar com comentários negativos. Quando isso acontece, a tendência é silenciar, o que acaba gerando um conflito ainda maior. Ser transparente e dar a atenção devida é muito importante para fortalecer a confiança e estreitar relacionamentos.

As mídias sociais são canais que envolvem milhares de pessoas e é preciso estar presente.  Saber transmitir sua mensagem é o foco principal para valorizar sua marca e produtos. E, se não sabe como fazer, fale com a gente:  http://www.edm2.com.br/empresa/faleconosco

O SAC das redes sociais

 

Edm2 Com o crescimento de empresas e pessoas ativas nas redes sociais, as comunicações diretas entre fornecedores de produtos e serviços e o público vem crescendo a cada dia.

O consumidor  atualmente tem utilizado com muito mais frequência as redes sociais para interagir com as empresas por considerar esse meio mais eficiente e rápido, seja para elogiar, reclamar ou até mesmo dar sugestões.  Ao mesmo tempo,  esse mesmo consumidor espera receber  atenção e ser atendido na mesma velocidade.

Pesquisas recentes indicam que a maioria dos usuários das redes sociais desejam respostas algumas horas após sua mensagem ou, no máximo, no mesmo dia, principalmente se forem motivadas por alguma reclamação.

Uma boa interação e qualidade no atendimento é essencial, pois a imagem da empresa pode ficar seriamente afetada, colocar em risco resultados esperados de uma estratégia de marketing ou do lançamento de novos produtos ou serviços, pois para um cliente a opinião dos demais consumidores é levada muito em conta.

Uma boa alternativa para agilizar o atendimento é padronizar as informações, mas além de diminuir o tempo de resposta ao seu público, é fundamental apresentar soluções que satisfaçam seus clientes.

Crowdsourcing? O que é isso?

Imagem-2

 

Crowdsourcing, numa tradução literal, seria: crowd (multidão) + source (fonte, origem), ou seja, significa fonte de informações advindas da multidão, que usa o conhecimento coletivo e de voluntários para solucionar problemas, buscar soluções ou para a criação de conteúdo, desenvolvimento novas tecnologias e produtos, através da internet. Um bom exemplo de crowdsourcing é o Wikipédia. Outros bons exemplos são os sistemas operacionais GNU/Linux e o navegador Firefox, que foram criados por voluntários ao redor do mundo.

Existem diversos modelos de negócio que estão usando o crowdsourcing e estão encontrando o sucesso de uma forma totalmente diferente. Uma dessas formas, por exemplo, é pedir a opinião de consumidores. Ao invés de buscar a opinião de uma só pessoa ou pequeno grupo, através do crowdsourcing, pode-se encontrar soluções e respostas advindas de milhares de pessoas. O conceito é o de que “muitas cabeças pensam melhor do que uma”.

A internet, com todas as suas possibilidades, seja nas redes sociais, nas mensagens de texto, nas participações em grupos e comunidades, tornou o crowdsourcing uma ferramenta rápida, barata e eficaz, que permite construir em conjunto, com o universo de internautas.

1 2 3 4  Topo