google

Fique por dentro das principais técnicas de SEO para blogs

SEO para Blogs

O SEO é um dos elementos mais importantes e mais visados dentro das estratégias de Marketing Digital. E essa preocupação não é por acaso, pois o bom posicionamento pode elevar uma empresa em termos de lucros e autoridade.

No entanto, há muitas dúvidas por parte de empreendedores e donos de negócios quando o assunto é otimização e técnicas de SEO.

Mesmo não sendo uma prática exata, existem algumas ações que já são de conhecimento da maioria dos profissionais que trabalha com SEO e que de fato geram resultados.

Por isso, neste post iremos abordar quais são as principais técnicas de SEO para blogs e como elas podem impactar positivamente o seu projeto. Vamos lá? e se você ainda não tem o seu, indicamos esse tutorial

SEO para o seu blog

Search Engine Optimization (SEO) pode ser traduzido como “Otimização para Mecanismos de Busca”. Sem utilizar essas técnicas, você perde a oportunidade de deixar o seu blog ao alcance do público.

Lembre-se também que diariamente milhares e textos são postados na internet. Imagine então como fazer para que a sua postagem tenha o devido destaque. O SEO está aí para auxiliar.

Mas para isso, é interessante compreender antes quais os critérios que o Google utiliza para ranquear uma página. Vamos ver então quais são as práticas mais recomendadas?

A importância do título

Se existe um detalhe que pode fazer o seu blog se destacar entre tantos outros espalhados pela internet, esse detalhe é o título. Afinal, ele é o primeiro contato que o público tem com o seu conteúdo.

Por isso é bom evitar aquela ideia de que uma postagem pode ter o título que você bem entender. Nada disso, o ideal é pensar ele de maneira coerente.

Tente imaginar os títulos das suas postagens como uma isca. Ele tem o objetivo de fisgar o seu leitor. Caso não fizer, você terá o seu conteúdo desperdiçado.

E aí vem uma informação importante: se os leitores também são atraídos pelos títulos das postagens, o Google também. Por isso que existem práticas que facilitam a escolha por títulos viáveis.

No caso do SEO para blog, lembre-se que os títulos não devem exagerar no número de caracteres e devem conter preferencialmente a palavra-chave logo no início.

Use palavras-chave

Esse é um dos pilares da técnicas de SEO para blogs. As palavras-chaves definem e resumem todo o assunto abordado em uma postagem.

No entanto, vale ressaltar que as mesmas devem ser usadas de forma mais natural possível e sem exageros, pois o uso demasiado é considerado como black hat.

A meta-descrição

A meta-descrição é um texto breve e introdutório. Ele resume em um parágrafo o conteúdo que o seu artigo vai abordar.   

Ela pode ser vista nas páginas de busca logo abaixo da URL e do título da sua postagem. Sendo assim, aquele usuário que efetuou alguma busca poderá encontrar a sua meta-descrição.

Caso ela seja bem escrita, tem tudo para estimular esse usuário clicar no seu artigo. Além disso, ela deve conter a palavra-chave relacionada ao seu conteúdo ou negócio.

Melhore o tempo de carregamento

O tempo que o seu blog leva para carregar também é um fator determinante para o ranqueamento do Google. Se ele demonstra lentidão, os buscadores podem interpretar com uma má experiência para o usuário. Assim, o seu posicionamento fica prejudicado.

Hoje em dia existem ferramentas que podem acelerar o carregamento da sua página. Uma delas é o PageSpeed.

Use links internos

O Google também presta atenção na presença dos chamados links internos. Esses links conduzem o leitor para outras páginas do seu próprio blog.

Essa prática aumenta o engajamento e faz com que os usuários passem mais tempo no seu blog.

Use textos alternativos nas imagens

Uma imagem que possui um texto alternativo fica bem aos olhos do Google. O texto alternativo nada mais é do que a palavra-chave para as imagens que estão na postagem.

O Google não tem capacidade de detectar uma determinada imagem, pois é um elemento visual. Por isso, a presença do Alt Text (Texto Alternativo) é fundamental para que ele otimize a sua postagem.

O uso dos tópicos e subtópicos

Eles são fundamentais para que o texto da sua postagem seja envolvente. Um texto sem essas divisões se tornam monótonos e irão espantar o seu leitor.

Os mecanismos de busca estão atentos para a presença dos tópicos e subtópicos. Vale a pena seguir algumas dicas básicas em relação a isso. Uma delas também é usar palavras-chaves neles.

Conclusão

Essas são apenas algumas das dicas que irão melhorar o SEO do seu blog. Com elas, você terá condições de colocar o seu conteúdo em posição de destaque.

Portanto, com o tempo, vendo o seu blog com tráfego elevado e sempre bem posicionado, já dá até para pensar em ganhar dinheiro com ele.

Como fazer o meu site aparecer no topo das buscas Google ?

topo das buscas

Independente do seu site ser um blog, institucional ou e-commerce, todos querem aparecer no topo das buscas Google. Para isso a sua página tem que ser bem classificadas nas pesquisas do todo poderoso Google.

Mas como realizar essa proeza ?
É imprescindível ter boas práticas de SEO ( Search Engine Optimization.)
Dessa forma, sempre que alguém procurar pelas palavras chave que você escolheu nas buscas do Google, seu site estará nas primeiras posições da busca e isso aumenta as chances dele ser escolhido.
Separamos algumas dicas, para você começar o seu site com o “clique direito” e ter um site de sucesso nas buscas Google.
Dica 1 – Palavras- Chave
O mais importante é você definir qual a palavra que mais resume o seu site, pois ela é vital para que você possa ter o melhor posicionamento no Google.
Por exemplo se você possui um e-commerce de suplementos alimentares, talvez a melhor palavra chave seja suplemento alimento, ai procuramos os nomes dos produtos mais buscados entre outros.
Dica 2 – Tenha um conteúdo relevante
O Google indexa conteúdos originais e bem avaliados. Por isso sempre pense em desenvolver um conteúdo que seu público queira acessar. Se você possui um e-commerce uma indicação valiosa é montar um blog e recheá-lo com informações relevantes e dicas sobre o seu produto.
Dica 3 – Use a palavra-chave na URL
Independente da URL do seu site, você pode personalizá-la para que ajude na classificação de seu site.
Por exemplo se o título do seu artigo “10 dicas para conservar a bateria do meu celular.”
a sua URL deve ser da seguinte forma : “www.seusite.com.br/10-dicas-para-conservar-a-bateria-do-celular.
DIca 4 – Links Internos
Seu site deve estar entrelaçado. Links de outras páginas devem estar presente junto ao seu conteúdo. Dessa forma, o Google entende que seu site tem relevância e é consistente o suficiente para se diferenciar de páginas aleatórias da internet. Qualquer estratégia de SEO em seu site deve contar com links externos para ser bem-sucedido nos mecanismos de buscas.

O que é SEO?

O Search Engine Optimization, mais conhecido pela sigla SEO, é o responsável pela otimização de sites e buscas. Seu uso tem como objetivo um melhor posicionamento de um site em uma página de busca, como por exemplo, o google.

O SEO surgiu com a nova geração dos sites de busca, que antes mostravam os resultados das pesquisas em ordem alfabética. Na nova geração o posicionamento passou a ser por relevância, que é definida por uma série de algoritmos, que servem para decidir o quão relevante a página é. Com o tempo foi ficando mais fácil identificar como aproveitar o SEO, sendo o uso de palavras-chave um dos melhores.

Entretanto, não se deve confundir SEO com links patrocinados, já que no primeiro você paga para aparecer entre os primeiros, e se estiver disposto a pagar o preço, sempre estará no topo.

O SEO é uma prática sem garantias, ou seja, nenhuma empresa ou pessoa pode garantir a você que seu site aparecerá em primeiro, apenas os próprios sites de busca são capazes de te dar essa certeza.

PME’s e o Marketing Digital

digital

“Uma pequena empresa pode ser grande no ambiente virtual”. É isso o que afirma o professor de mídias sociais, Marcos Paulo Perfeito.

A melhor forma de se fazer isso é investindo no marketing digital, uma forma eficaz e relativamente mais barata para atrair clientes.

Onde deve ser investido?

O primeiro passo é possuir um bom site para sua empresa, que seja objetivo, e pensado para o seu potencial público-alvo – leia aqui nossos artigos sobre design responsivo e a importância dos sites – dessa forma, sua empresa já terá uma exposição grande, afinal a internet, nos dias de hoje, é para praticamente todos.

Outro ponto importante é a presença nas redes sociais, que ajudam a fortalecer não só a marca, mas também o relacionamento com os clientes. Estar nesse ambiente auxilia a entender as necessidades e desejos do consumidor, podendo assim prestar um serviço de maior qualidade. Além disso, as redes sociais são uma forma de divulgação sem custo, pois só se paga caso sejam feitos anúncios dentro delas, o que é interessante, pois permite que você atinja um público segmentado dentro de uma rede com milhares de pessoas.

O Google Adwords é outra ferramenta muito usada por pequenas empresas. Ela possibilita que a estratégia seja feita de acordo com o orçamento disponível, e pode trazer resultados em um curto espaço de tempo.

Uma das ferramentas mais usadas, o e-mail marketing é uma alternativa para prospecção e manutenção de clientes. Porém é necessário que ele seja usado com sabedoria, e também que sua empresa possua um bom mailling. Um e-mail marketing bem elaborado só ajudará ainda mais a sua empresa.

Para que essas dicas funcionem, é preciso uma estratégia bem elaborada, e que a mesma esteja de acordo com o perfil da sua empresa.

SEO agora é OAO

Graças às mudanças recentes do Google,  o search engine optimization não é mais tão poderoso quanto costumava ser. Tudo bem.  Mas tudo bem, há uma maneira melhor. Se você alguma vez lidou com o search engine optimization, de alguma forma ou de outra procurou agregar o seu site todo e lançou-o no lixo virtual, especialmente se concentrou-se especialmente em palavras-chave ou qualquer outra técnica calculada para obter cliques artificialmente.

Muitos especialistas dizem que esse antigo conceito está morto. O Google praticamente acabou com o sistema de palavras-chave e fez mudanças no algoritmo de busca, passando a fazer pesquisas seguras, o que significa que não é possível sequer ver quais palavras-chave foram usadas para chegar a um site.

É um novo tempo, e o que é realmente importante agora é fazer uma conexão com o público. O termo parece estar-se deslocando de SEO para OAO , Otimização de Audiência Online.

Conheça o seu público

Leia uma hora por dia. Leia de tudo no mundo, exceto o seu negócio. Leia lixo, muito lixo. Leia, a fim de que qualquer coisa que lhe interesse, fique em sua memória. Basta ler, ler e ler… Esse é o seu público. Existe a linguagem. Existem as palavras que são usadas.

Isso significa entender a linguagem e as palavras que as pessoas usam para aprender a falar com seu público. E não somente saber como falam, mas adivinhar como olhariam especificamente para aquilo que se tem a oferecer, entender o que acham engraçado, o que os assusta, o que é importante e como pensam. Depois de entendê-los, sendo pessoas reais, é preciso cuidar um pouco delas.

Cuidados com ações específicas

Você se importa com os seus, com os membros da família ou amigos? Se sim, então muitas vezes você fará coisas específicas que sabe irão deixá-los felizes. Emoção não é um conceito abstrato, mas algo que impulsiona o comportamento. Deixe acontecer a mesma coisa em seu marketing, depois de começar a se importar com o público. Apenas certifique-se de manter o foco nos clientes e como pode fornecer o que eles desejam.

É como entrar em uma loja que gosta e  as pessoas te reconhecem e atendem os seus interesses e gostos. Isso é tudo o que é preciso tentar fazer. Quando qualquer tecnologia fica no caminho, deixe-a para trás e retorne ao básico.

Otimização para motores de busca (SEO – Search Engine Optimization)

OtimizaçãoOtimização para motores  de busca (SEO – Search Engine Optimization) é o conjunto de estratégias com o objetivo de potencializar e melhorar o posicionamento de um site nas páginas de resultados nos sites de busca.

A Otimização para Sistemas de Busca normalmente é oferecida como um serviço profissional autônomo, ou como parte de um projeto de Webmarketing e pode ser muito eficaz quando incorporado no início do desenvolvimento do projeto de um website.

Os principais motores de busca disponibilizam guias e informações para ajudar o webmaster com a indexação e otimização do seu site. A Google, por exemplo, tem o “Ferramentas do Google para webmasters”, que ajuda a descobrir se existe algum problema de indexação do site do webmaster dentro da máquina de busca e ainda disponibiliza inúmeros dados sobre o tráfego no Google para o seu site. Estes sites de busca também permitem a criação de “adWords”, que são anúncios de um site ou negócio na internet, que aparecem no resultado da busca de alguém que procura qualquer coisa relacionada com aquele produto ou serviço.

Para classificar os sites, os mecanismos de busca levam em consideração alguns aspectos, como o tempo de registro do domínio, frequência e originalidade do conteúdo, características da página, termos relevantes utilizados no conteúdo, fontes de pesquisa, uso adequado do arquivo robots.txt, velocidade de carregamento do site, entre outros. Em termos de competição, um termo de busca “palavra-chave” com grande volume de resultados dificulta o posicionamento através programação para busca orgânica, podendo ser necessária uma ação de anúncios pagos ou links patrocinados.

Nem sempre os sites bem posicionados são os melhores do seu segmento de negócio, mas alcançaram o topo nos resultados de busca por terem feito um bom trabalho de otimização. Uma forma que muitas empresas estão usando para fazer a divulgação e marketing na Internet.

Com o serviço da Edm2 você pode melhorar sua exposição nos sites de busca de forma progressiva e eficaz.
Confira em: http://www.edm2.com.br/servicos/otimizacao-buscas

 

Motivos para a sua empresa investir em otimização de buscas

A sabedoria convencional diz que a maneira mais rápida e eficiente para pesquisar produtos e preços é na web.
As transações “B2B” (Empresa para Empresa) diferem da maioria das transações de consumo, porque essas decisões requerem a coordenação entre uma série de pessoas diferentes antes de finalizar uma transação. É um processo que requer um certo período de tempo entre pesquisar o produto e fazer o pedido. Portanto, não se trata de uma decisão precipitada.
Quando os participantes foram solicitados a indicar como eles fariam uma compra B2B, 93,2% disseram que pesquisariam a compra on-line.
SEO

  • Quando perguntados se eles usariam um mecanismo de busca em algum momento nessa tarefa, 95,5 % indicaram que sim.
  • Quando perguntados por onde iniciariam sua busca por informações, 63,9 % dos participantes escolheram um motor de busca em “consumer review sites”, sites de comércio eletrônico, sites do fabricante e em portais da indústria.
  • Quando levado em consideração o orçamento, sites do fabricante e portais da indústria foram os sites primeiramente escolhidos,  com orçamentos maiores. No entanto, 86,9 % dos participantes disseram que iriam visitar um mecanismo de busca, depois de visitar esses sites.

 

Veja a seguir algumas conclusões importantes do estudo da Enquiro:

  • Os mecanismos de busca têm um papel dominante nas compras B2B.
  • Os mecanismos de busca são usados nas fases iniciais ou intermediárias do ciclo de compra.
  • O Google foi o favorito entre outros mecanismos de busca.
  • As pesquisas nos mecanismos de busca ocorrem pelo menos um ou dois meses antes da decisão de compra.
  • É necessário um bom equilíbrio entre a busca orgânica (não paga) e a busca paga. Os mecanismos de otimização de busca orgânicos recebem mais de 70 % dos cliques.
  • A posição é um fator, com mais de 60 % clicando nos 3 primeiros resultados da busca.
  • A maioria dos usuários decide em qual clicar segundos após o carregamento da página.

Com todo este tráfego qualificado proveniente de mecanismos de busca, é mais importante do que nunca que os comerciantes B2B, atacadistas, e trocas B2B garantam que seus sites estejam corretamente otimizados para um bom posicionamento nos resultados de busca. É também de grande valor a otimização de mecanismos de busca e mecanismos de marketing como uma ferramenta de marketing “user-friendly”.

A singularidade do Mecanismo de Busca de Marketing
O tráfego dos mecanismos de busca são altamente segmentados. Isso porque os potenciais compradores que encontram suas ofertas B2B através de mecanismos de busca estão procurando seus produtos e serviços por conta própria, então eles estão predispostos a ouvir a sua mensagem de marketing. Você não pode encontrar uma perspectiva mais qualificada do que essa. Eis o que distingue o mecanismo de busca de marketing de outros tipos de publicidade:

1. Não-intrusiva: Mecanismo de busca de marketing é uma ferramenta de marketing não-intrusiva. A maioria da publicidade, tanto online como offline, interrompe o comportamento do consumidor. Se um usuário entra em um site para informações, aparece um pop-up de propaganda intrusiva. Lendo um jornal? Os anúncios dominam e forçam artigos a serem continuados em outra página. Com o mecanismo de busca de marketing, o usuário está buscando ativamente seus produtos, serviços e informações. E estarão muito satisfeitos em serem conduzidos para o seu site.

2. Voluntário: Mecanismo de busca de marketing é o resultado do comportamento do próprio usuário, que o originou. Seus visitantes de mecanismos de busca e diretórios clicam voluntariamente no seu anúncio, em vez de clicar no de seu concorrente, porque e estão motivados a explorar as suas ofertas.

A Apple que se cuide, Google lança novo laptop

Depois do Google lançar o sistema Android e depois comprar a maior fabricante de celulares americana a Motorola, o Google ataca novamente a Apple com o lançamento do Chromebook.Chromebook

O primeiro laptop da marca Google, batizado de “Chromebook Pixel”, que custará entre US$ 1.299 e US$ 1.449 e deve chegar primeiro às lojas dos Estados Unidos e Reino Unido. O aparelho promete competir no mercado com a Apple, HP e Dell. Com aplicativos em nuvem, o Chromebook Pixel apresenta a maior densidade de pixels entre os seus concorrentes.
O Chromebook Pixel é equipado com o sistema operacional Chrome OS e processador Intel Core i5. Os dados do usuário serão armazenados numa unidade do tipo SSD, formada por chips de memória flash, com capacidade de um terabyte de dados na nuvem, pelo Google Drive por três anos.

Veja o vídeo sobre o Chromebook Pixel

 Topo