publicidade

Diferença de Inbound e Outbound.

As grandes transformações no cenário econômico e social ocorridas nas
últimas décadas exigiram mudanças profundas de posturas para gerir o
negócio no mundo corporativo globalizado. Sendo assim, um fator
importantíssimo para que a gestão da comunicação seja implantada de forma estratégica é a mudança no setor de marketing da organização.

Inbound e Outbound
Inbound e Outbound são duas formas diferentes de trabalhar as estratégias de marketing de uma empresa. O Inbound busca despertar o interesse do cliente com conteúdo relevante para que ele chegue ao seu produto. O Outbound, por sua vez, é mais tradicional, com o uso de propagandas físicas e digitais.

Neste artigo, vamos explicar, detalhadamente, o que significa cada um deles.
O Inbound é um conceito que está sendo cada vez mais discutido e falado no mercado brasileiro. O principal objetivo é atrair e fidelizar clientes através de conteúdos de qualidade para o seu público.
É uma concepção do marketing focada em atrair, converter e encantar clientes.

Como falamos anteriormente, em outro post, o Marketing de Atração, como
também é chamado o Inbound, afasta-se do conceito tradicional da publicidade e possibilita a conexão com o público-alvo por meio dos pilares: Marketing de Conteúdo, SEO, Estratégias em Redes Sociais.

Imagem de modernidade
O Marketing de Conteúdo, ou Inbound Marketing, é extremamente atrativo para promover as empresas com uma imagem de modernidade e tecnologia. E é neste contexto que a atuação dos profissionais de marketing é fundamental, pois cabe ao profissional a função de saber avaliar as reações da opinião pública para traçar estratégias eficazes de comunicação para sua organização.

Outbound Marketing
O Outbound Marketing, ou o marketing tradicional, por sua vez, tem como
principal objetivo trazer clientes oferecendo serviços ou produtos. A ideia, aqui, é ir atrás do cliente ativamente e não, necessariamente, gerar o interesse
genuíno desse possível cliente na sua empresa.
Esse tipo de marketing cresceu muito com o uso de propagandas no rádio, TV, jornais, revistas, mala direta, cartazes, patrocínio de eventos, enfim, nos meios mais tradicionais de publicidade.

Como aumentar as vendas de sua empresa

Cada vez mais as empresas estão sendo impulsionadas a planejarem seus
negócios e atividades, apoiando-se em análises mais complexas sobre os
ambientes internos e externos, realizando diagnósticos e ações estratégicas
com o intuito de potencializar os seus atributos, suas missões e resultados.
Esse contexto, portanto, impulsionou novas maneiras das organizações
gerenciarem suas atividades, uma vez que a complexidade social, cultural e
econômica influencia a política organizacional, seus públicos e estratégias.

De uns tempos para cá, muitas empresas migraram para o ambiente digital e deram certo. Veja, abaixo, algumas dicas de como as companhias estão se
adequando a este ambiente para impulsionar suas vendas.
Propaganda: as pessoas sabem que você existe?
Atualmente, estar presente nas redes sociais é fundamental. O bom
relacionamento com o cliente pode ser uma das formas mais valiosas de
aumentar as vendas da sua empresa. A criação de conteúdo e materiais
relevantes sobre sua empresa ajuda a manter o bom relacionamento com os usuários. Atendimento ao cliente com excelência.

O segredo também está no atendimento. Investir ao máximo na comunicação clara e direta com o cliente, respondendo suas dúvidas e ajudando-o a encontrar as melhores soluções para alavancar seu negócio é imprescindível.

Pós venda, como o nome já explica, esta etapa acontece “após a venda”. Embora algumas empresas não dão valor para ele, este é um momento crucial onde você vai descobrir se o consumidor gostou do produto suficiente a ponto de recomendá-lo para alguém. A sua empresa adota alguma estratégia de pós-venda?

Continuar em contato com o consumidor depois de uma venda é um dos
passos para a fidelização de clientes, e o marketing digital pode ajudar
bastante nisso.
Há diversas formas de trabalhar com o marketing digital no pós-venda, mas
muitas delas utilizam o e-mail marketing, produção de conteúdo e o
remarketing. Quer saber mais? Continue acompanhando nossos posts.
Gostou das nossas dicas? Deixe seu comentário aqui embaixo e descubra como podemos te ajudar.

3 tendências de marketing para sua empresa

Confira abaixo 3 fortes tendências de marketing para crescer no mundo corporativo e ser bem-sucedido nos negócios, afinal queremos melhorar sempre não é mesmo?

tendencias de marketing para empresas

Responsabilidade social

Responsabilidade social corporativa e marketing de causa são iniciativas que levaram comerciantes do passado a repensarem suas estratégias centrais de marketing. Atualmente, essas duas idéi as migraram para a noção de propósito da marca.

Focar no engajamento

Lembre-se que os consumidores, hoje em dia, não compram coisas, mas compram histórias que ganham vida por meio de uma junção de criatividade e tecnologia.

Propósito, engajamento, histórias, rapidez e interação humanizada são fortes tendências do marketing. Conhecer o cliente muito bem ainda é fundamental e nunca estará fora de moda.

O marketing que conta histórias

O consumidor do século XXI não compra produto ou serviço, mas sim histórias. Interações personalizadas darão mais poder às empresas, principalmente na hora de rever uma estratégia ou mergulhar de forma prudente nas novidades que o mundo atual emerge com tanta velocidade.

Empresas com estratégias focadas em entregar aquilo que os clientes buscam o mais rápido possível, atendê-los em tempo recorde e sem burocracias com certeza ganharão espaço e vantagem competitiva.

Quer ter sucesso no seu empreendimento? Então você deve utilizar a estratégia de misturar criatividade e tecnologia para gerar e entregar histórias que criem conexões duradouras com os consumidores.

Siga essas dicas e boa sorte! Ah, não se esqueça de deixar seu comentário aqui pra gente.

Quais os benefícios do marketing digital?

Marketing DigitalAo que vemos, a atual cobrança da sociedade por informação é o que vem motivando o aumento dos investimentos na área.
Em um mundo altamente conectado, ressaltamos que as tecnologias atuais, sobretudo as redes sociais on-line, deixaram de servir apenas ao entretenimento para ser cada vez mais usadas pelas empresas como ferramenta de relacionamento e representam, contudo, uma forma de comunicação imediata e eficiente para chegar a vários públicos, com uma rapidez essencial para a resolução ou diminuição de impactos causados pela insatisfação dos clientes. A ação tem que ser ágil porque na web os assuntos se alastram com muita rapidez.

Sendo assim, em uma visão mais geral, a tecnologia gerou uma verdadeira revitalização dos modelos de negócio como um todo. E, como na internet todos têm chances de conquistar espaço próprio, a concorrência aumentou assim como a quantidade de ofertas disponíveis. Logo, para atender a uma demanda cada vez mais exigente, empresas têm usados recursos tecnológicos para aprimorar seus negócios e oferecer diferenciais que, em meio a muitas opções, consigam se destacar.

Relação com o cliente é fundamental e peça chave na estratégia de marketing digital

Qualquer empresa depende de consumidores para sobreviver. A transformação digital, por sua vez, tem papel essencial neste quesito, pois permite reunir diversas informações com base no comportamento de nosso público-alvo para estreitar esse relacionamento e personalizar o atendimento.
O objetivo é claro, o foco está no cliente e, com isso, os processos tornam-se mais simples e os resultados são vistos mais rapidamente. A digitalização de processos permite que os profissionais trabalhem de onde estiverem, estejam eles em casa ou não. Isso permite uma maior interação com o cliente, pois, como já falamos aqui anteriormente, é no consumidor que está posicionado o mais importante canhão de luz de qualquer empreendimento que busca ter sucesso no mercado.

Preparado para inovar? Descubra as tendências de Marketing Digital que estão ganhando força

Na esfera do mundo globalizado, os novos canais de comunicação mudaram a forma como as pessoas consomem as informações. Estas transformações tecnológicas, por sua vez, ocorridas nos últimos anos, ocasionaram mudanças, também, nos hábitos das empresas.

Torna-se, portanto, preponderante entender que as instituições frente a essa nova realidade devem estar voltadas às tecnologias digitais e demais plataformas, sites, ferramentas e instrumentos utilizados por meio da rede mundial de computadores.

É justamente neste contexto que conteúdos mais diretos, menor volume – mas com maior relevância – estão ganhando força no mercado. As empresas vêm reconhecendo a importância de fazer Marketing de Conteúdo e é provável que tenham cada vez mais empresas investindo nessa estratégia.

Outra tendência que tem ganhado destaque é o Chatbot.

 

Mas, afinal, o que é um chatbot?

 

Para responder a esta pergunta, lembre-se da Siri, da Apple. O chatbot está muito relacionado a esse conceito. É um programa de computador que faz o que é programado, simulando uma conversa humana, e nada mais além disso. Dessa forma, o chatbot com inteligência artificial faz com que mesmo perguntando de uma forma não programada, você obtenha respostas corretas. Sendo assim, conseguimos automatizar tarefas repetitivas e burocráticas, deixando-nos livres para resolver problemas mais complexos.

 

Transmissão ao vivo

 

Entre as listas de apostas estão as ferramentas de transmissões ao vivo. Esta já é uma estratégia consolidada e empresas que não adotaram a este formato estão atrasadas. A vantagem é que as “lives” não exigem tanta infraestrutura. Pode-se começar com um computador ou celular e, depois, colocar acessórios, como microfones e iluminação. Uma das principais utilidades do vídeo nos próximos anos será na realidade virtual.

 

Comandos Por voz

 

Assistentes de Voz estão criando uma nova forma de interação com a web. 74% dos usuários de tecnologias de voz acreditam que as marcas devem ter vozes únicas que expressem a personalidade da marca para os seus aplicativos ao invés de usarem a voz padrão.

Agora que você já sabe, pode começar a implementar em sua empresa. Boa sorte!

3 Dicas de Marketing Para Pequenas Empresas

 

Para pequenas empresas, ter domínio do marketing não é uma tarefa fácil. Os recursos
são limitados, a margem para erros e ainda menor.

Com isso, a internet e as estratégias de marketing digital passam a ser cada vez mais
necessárias.

Pensando nessas necessidades, trouxemos três pequenas dicas para você implementar
em sua empresa.

PRESENÇA ONLINE
Se sua empresa não possui um site e um perfil em uma das principais redes sociais
usadas hoje em dia, é hora de correr atrás!
As pessoas têm buscado cada vez mais informações sobre as empresas online, e se
você não estiver presente, ficará difícil mostrar quais são seus pontos de força.

VENDA MAIS DO QUE PRODUTOS
Vender pode ser seu principal objetivo, porém não é o único.
Todo o processo de atendimento, do momento de interesse até o pós-venda, seu
cliente deve ter um atendimento personalizado e satisfatório.
Realizando isso, as chances de indicação e fidelização desses clientes passa a ser cada
vez maior, tornando deles, aliados da sua marca.

PLANEJE SEU MARKETING
O planejamento de marketing é um dos principais pilares a serem adotados pela sua
empresa, assim como o plano de negócios e o planejamento financeiro.
Analise o mercado, entenda seus concorrentes e clientes, saiba o que pode influenciar
a sua marca a se destacar mais a cada dia.

Com isso, planeje estratégias e cronogramas de ação, sabendo sempre quais são os
resultados que você quer alcançar.

Você comete esses 4 erros na sua empresa

Muitas vezes nos acomodamos com algumas atitudes e acabamos deixando de lado atitudes importantes no dia a dia das empresas. Descubra se você comete esses erros e entenda maneiras de melhorar.

Não perguntar ou chamar seu cliente pelo nome

Muitas pessoas não sabem, mas tratando o outro pelo nome você demonstra que conhece a pessoa e gera um sentido de importância para ela.

O Som do nosso nome é uma espécie de gatilho mental, que faz vibrar nossa energia corporal fazendo com que nosso cérebro entre em ação e comece a participar de uma conversa.

Um estudo realizado na Universidade do Texas, Estados Unidos, comprovou que o nome de uma pessoa é o som mais agradável para ela. Por exemplo: Você está em uma praça de alimentação em um shopping, sábado à tarde e de repente ouve seu nome, o que você faz? Imediatamente olha para trás e procura quem o chamou, não é mesmo? Imagine agora o impacto de mencionar o nome do seu cliente, durante seu atendimento?

Deixar de investir em treinamentos

 Quando se lida com clientes por telefone ou presencialmente é preciso que toda a equipe esteja alinhada e com um pensamento de trabalho em equipe. Muitas Micro, Pequenas, Médias e Grandes empresas, perdem fortunas diariamente por não treinar, motivar e capacitar seus profissionais. Você pode não acreditar, mas seu cliente sente essa diferença quando está em uma negociação e percebendo isso, eles se propõem a investir um pouco mais, só por ter tido prazer de ser muito bem atendido.

Valorizar o pagamento mais que o atendimento

Um erro rotineiro é achar que, só porque o cliente paga em dia, e o serviço é prestado como prometido não há necessidade para preocupações. Na verdade, garantir um atendimento personalizado e sempre buscar solucionar os problemas que surgem frequentemente ajuda a estreitar a relação de empresa x cliente. É necessário focar em deixar seu cliente sempre satisfeito e não simplesmente focar em quando será o próximo pagamento.

Não agradecer a um cliente por dar feedback

Quantos clientes pensam que seu produto falha em algum aspecto e não dizem nada a respeito? Assim como a reclamação, o feedback é o melhor presente que um cliente pode nos dar (além de seu dinheiro!) Faça um grande pós-venda e mostre preocupação com o grau de satisfação do seu cliente depois do processo de compra.

“Seus clientes mais insatisfeitos são sua melhor fonte de aprendizado. ”

– Bill Gates

Storytelling no B2B

Nos dias de hoje, contar uma história é uma das melhores formas de vender seus produtos e serviços. O poder e a força das histórias podem ser a faísca que falta para que o público se identifique com a sua marca. Ela desperta interesse e curiosidade, fazendo com que nos sintamos parte dela.

A função da história e tornar algo memorável. Memorável o suficiente para que isso seja passado a diante. As histórias ajudam você a se distanciar da concorrência, trazer empatia e se destacar no mercado.

É importante lembrarmos que as histórias são sobre pessoas, e não sobre empresas, e esse é o principal ponto a ser destacado para que o público seja atraído pelo seu produto ou serviço. Existem diversos exemplos de empresas que utilizam histórias de seus funcionários para mostrar como eles foram importantes para o crescimento delas. Muitas vezes os mostrando como uma espécie de ‘herói’.

Criando essa história, é possível convencer de que sua empresa é a certa, e seu cliente estará em ótimas mãos.

Departamento Comercial x Departamento de Marketing

Ainda é bastante comum ver pessoas que fazem confusão entre as características e funções de um Departamento de Marketing e o Departamento Comercial. As duas áreas apresentam características semelhantes e se completam, sendo o Departamento de Marketing um potencializador das ações da área Comercial.  Para te ajudar a entender um pouco melhor quais são as diferenças entre eles, nós preparamos uma útil explicação.

Departamento Comercial

O Departamento Comercial é responsável por coordenar as atividades de venda dos produtos ou serviços da empresa. É a partir dele que as empresas obtêm lucro e recursos financeiros para que possa crescer e sobreviver economicamente.

Departamento de Marketing

O Departamento de Marketing é responsável pela venda de forma indireta. Os profissionais deste departamento têm como objetivo estudar o mercado, verificar quais as melhores opções, e planejar estratégias para que a empresa consiga vender seus produtos/serviços, e consequentemente, cresçam economicamente.

Como podemos perceber, mesmo que com funções diferentes, os departamentos acabam se completando, o que faz com que as pessoas se confundam em relação a eles. Em pequenas empresas é comum que os dois departamentos acabem se unindo, o que pode gerar sobrecarga de atividades, e até problemas na hora de tomar decisões.

Um departamento precisará do outro, mas isso não significa que criando um só, sua empresa terá um melhor resultado. O interessante é dividir suas atividades, e assim conseguir com que sua instituição tenha um melhor planejamento e uma melhor postura de vendas.

Marketing de Conteúdo em Pequenas Empresas

Ser uma pequena empresa é complicado. Muitas vezes não há orçamento para investimento, e, por isso, acaba sendo mais difícil fazer com que a empresa cresça. Mas se sua empresa está disposta a crescer, é necessário que haja um investimento na sua marca e na divulgação dos seus produtos/serviços.

Estar no ambiente online é essencial para qualquer empresa, independente do tamanho dela. É nas redes sociais onde as pessoas discutem a marca, criticam e elogiam e interagem. Se você não está nas principais redes, já passou da hora de começar a participar. Em redes como o Facebook você poderá interagir com seus consumidores, e obter um maior alcance da sua marca.

Por isso o marketing de conteúdo se tornou um grande aliado, assim, mesmo com pouco investimento, você pode se aproximar de seus clientes abordando assuntos atuais e interessantes referentes ao seu segmento.

Para te ajudar separamos uma pequena lista de ações que podem te ajudar:

Defina um Objetivo

Quando começar a planejar o seu marketing de conteúdo, tenha em mente o motivo de realiza-lo. Para quê? Escolha um e foque-se nele, a chance de sucesso é muito maior.

Entenda seu Cliente

Ouça o que ele tem a dizer, e saiba mais sobre as necessidades dele. Produza conteúdo que seja de interesse do seu público. Procure realizar ações relacionadas ao conteúdo, como links patrocinados, e até mesmo e-mail marketing, convidando seu público a discutir sobre o assunto. Interaja com ele, torne a experiência da leitura algo que vale a pena.

Tenha um Cronograma

Procure sempre respeitar um cronograma de postagens, tenha dias e horários específicos. Encontre conteúdos que te ajudam a interagir melhor com seu público.

Analise

As redes sociais oferecem diversos meios para entender em que momento é mais interessante que o conteúdo seja postado. Analisando esses dados, você consegue atingir melhores resultados.

Isso é apenas o começo para que sua empresa construa um marketing de conteúdo de sucesso.

1 2 3  Topo