Entenda o erro na métrica de vídeos do Facebook que deu o que falar

Facebook vídeos

Reprodução: Facebook.com

O Facebook acabou divulgando em um post do seu Centro de Ajuda do anunciante, há algumas semanas atrás que a estatística dos vídeos de propagandas não separava dos números finais pessoas que assistiram o vídeo por menos de 3 segundos ocasionando um número muito inflado de espectadores desses vídeos patrocinados. Mas o porquê de tanta comoção em relação a esse erro? Muita gente começou a contestar os resultados das demais propagandas do Facebook gerando uma verdadeira crise de confiança em relação as campanhas veiculadas na rede social.

A divulgação tem perturbado os anunciantes que compram tempo de vídeo no Facebook, em parte, em torno das que métrica que segundo o Wall Street Jornal estão erradas faz 2 anos.

“Dois anos de relatar números de desempenho inflado é inaceitável”, disse um anunciante do Facebook.

A métrica que foi afetada por esse erro de cálculo do Facebook é chamado de “Average Video Views” que para o português se refere a “duração média do vídeo exibido”. Depois da grande repercussão desse erro o Facebook está substituindo essa estatística com uma medida chamada “Average Watch Time” ou Tempo médio assistido. Veja abaixo o comunicado do Facebook referente a esse erro:

“Nós recentemente descobrimos um erro na forma como calculamos uma das nossas métricas de vídeo”, disse o Facebook em um comunicado. “Este erro foi corrigido e notificamos todos os nossos parceiros, tanto através dos nossos dashboards de produtos. Nós também renomeamos a métrica para tornar mais claro o que medimos. Esta métrica é uma das principais opções que nossos anunciantes utilizam para avaliar as suas campanhas de vídeo “.

O executivo de marketing do Facebook publicou um post respondendo a notícia do Wall Street Journal nessa última sexta-feira.

“Este texto não é apenas sobre este erro” Fischer escreveu. “Isto é sobre quão seriamente nós levamos o compromisso de nossos parceiros para nossa plataforma, e como os seus investimentos com a gente inteiramente dependem da transparência com que nos comunicamos. Sabemos que não podemos ter verdadeiras parcerias com os nossos clientes a menos que façamos o que é certo sendo aberto e honesto com eles, inclusive quando cometemos erros como este. A confiança dos nossos clientes em nossas métricas é essencial para nós e temos que ganhar essa confiança. “

Os anúncios em vídeo são um grande negócio no Facebook. E gera bilhões de dólares em receita todo o ano para a plataforma.

Mas a pergunta que fica é, será que todo esse dinheiro iria para o Facebook se os resultados das métricas de vídeos fossem diferentes?

Facebook tem empurrado vídeo nos últimos anos, em ambos os seus algoritmos e através de plataformas como o Facebook Live. Um executivo do Facebook em junho disse que a rede social será “toda em vídeo” em cinco anos.

Referências:
https://techcrunch.com/2016/09/22/facebook-miscalculation-significantly-inflated-average-video-view-times-for-years/
http://www.wsj.com/articles/facebook-apologizes-for-video-metric-miscalculation-1474641054

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Please enter your name, email and a comment.