remarketing

Remarketing aplicado para Vendas

Você já reparou que depois de entrar em um site de e-commerce, e, principalmente, se não realizar ou não finalizar uma compra, o produto que estava procurando vai continuar aparecendo para você diversas vezes?

Isso é o remarketing.

O remarketing é um dos maiores aliados do e-commerce, e tem como objetivo tentar atrair pessoas que não finalizaram uma compra por meio de novos anúncios em outros sites acessados.

Muitas vezes esses anúncios vem com atrativos como descontos, que aumentam a chance de você acessar e finalizar sua compra.

Essa estratégia é possível por conta dos cookies, um tipo de arquivo que armazena informações importantes dos seus acessos e permite ao site de e-commerce saber os produtos que você visualizou e seus interesses na internet.

O objetivo do remarketing trazer um aumento de conversão de compras para o seu site, um dos maiores desafios de sites e-commerce nos dias de hoje, já que a taxa de conversão aqui no Brasil é inferior a 2%.

Com ele, é possível exibir mais vezes o seu produto, colocar descontos que atrairão para a compra, aumentar o reconhecimento da sua marca e diminuir a taxa de abandono no carrinho.

Hoje existem diversas ferramentas que permitem a implantação do remarketing como o Google AdWords, Facebook Ads, AdRoll, entre outros. Essas ferramentas auxiliam na medição das suas campanhas, mostrando dados como CTR (taxa de cliques), CPC (custo por cliques) e ROI (retorno sobre investimento), métricas essenciais para ter sucesso na sua campanha.

O remarketing, feito com sabedoria, é mais uma das ferramentas que ajudará a sua marca a ter mais reconhecimento e criar um relacionamento com o cliente, fazendo com que ele esteja cada vez mais fidelizado a você.

Retargeting e a crise

Reprodução: iStock

Em tempos de crise muitas empresas notaram o desaparecimento da demanda diante dos seus olhos, principalmente o mercado online que está cada dia mais competitivos, hoje para ter a atenção de um internauta custa muito mais que a anos atrás. Por isso com a Os efeitos d estagnação econômica exigem uma renovação na forma e na eficiência para resgatar ou reter seus clientes. Mesmo assim muitas empresas não fazem uso de tecnologias que são simples de serem implementadas e que as vezes já estão habilitadas dentro do Google Analytics! Uma delas é o retargeting.

Como o retargeting funciona?

O retargeting/remarketing pode ser utilizado para fisgar novamente um ex cliente, potencial lead ou visitantes, as regras de remarketing do mercado permitem lojas online e websites a definir perfis de cada usuário para que ele volte essa tecnologia visa capturar esses clientes de acordo com esse perfil e mostrar anúncios de maneira mais efetiva e direcionada. Por exemplo: Uma cliente interessada em vestidos azuis da marca X entrou em um e-commerce para olhar os modelos, a partir daí o mecanismo guarda essas informações de comportamento: cliente, vestido, azul, marca x e guarda essas informações. Logo depois esse cliente saiu e visitou outro site e uma rede social diversos anúncios sobre vestidos, da marca x e da cor azul começam a surgir. Esse exemplo faz com que o retargeting seja simples, mas nem sempre é assim, a funcionalidade existe agora cabe a empresa usar essa funcionalidade para atrair, reter ou até mesmo repescar clientes. Tudo depende da estratégia adotada!

Tudo na medida certa!

Em alguns casos podemos notar que grandes sites de e-commerce utilizam essa funcionalidade ao ponto de se tornar irritante por isso é importante usar esse importante mecanismo com moderação, já que o excesso pode causar repulsa! Na medida certa, o retargeting inteligente só tem a melhorar a percepção do cliente em relação à marca e torna-lo um consumidor recorrente, podendo aumentar a conversão em até 35% desde que feito corretamente e com muito planejamento.

Por isso que o retargeting pode ser uma ferramenta essencial para os tempos de crise já que o principal objetivo é reter clientes e repescar potenciais leads.

 Topo