loja online

Como melhorar as vendas on-line?

Vender produtos on-line na internet é uma tarefa complicada. Afinal são diversos aspectos que devem ser levados em conta na hora de melhorar seu site para que seus clientes comprem. E são algumas delas que trazemos para você.

Fique atento ao seu SAC e mantenha seu cliente satisfeito

Um dos primeiros fatores que os novos clientes procuram são as opiniões. Manter os reviews do seu site e dos seus produtos positivos faz toda a diferença na hora de captar e fidelizar clientes.

Ofertas e Promoções

Impossível negar que quem compra está sempre em busca de promoções e vantagens na hora de decidir. Segundo pesquisas do Boston Consulting Group, 74% das pessoas disseram que a maior influência na hora de comprar é o frete grátis.

Você pode utilizar de outras estratégias, como cupons de desconto e datas promocionais.

Estratégias de Preço

Preços “quebrados”, como R$99,90 tendem a chamar mais atenção do que preços cheios como R$100. Isso aumenta o percentual de compra do produto.

Outro fator é o preço parcelado. Segundo o SPC Brasil, 79% dos consumidores compram parcelado. Portanto, mostrar os valores parcelados logo de cara chama atenção dos compradores.

Segurança da Operação

Um ambiente seguro para compra é essencial para qualquer site de e-commerce. O cliente quer ter a certeza de que está protegido durante toda a sua compra, não correndo o risco de ter seus dados clonados.

Existem diversos selos e certificados de segurança que ajudam a dar ainda mais credibilidade para o seu site.

Compra Mobile virou moda!

Cada vez mais as pessoas realizam suas compras e pesquisas através do celular. Portanto, seu site deve estar acessível e com uma experiência mobile.

Em alguns casos, um aplicativo também é uma ótima saída.

Gostou das nossas dicas? Agora é hora de aplicá-las!

70% das lojas virtuais brasileiras não fazem 10 vendas por mês

De acordo com reportagem da Folha de São Paulo muitos sites de compras online estão com diz o ditado “as moscas”. “O e-commerce brasileiro fechou 2013 com 37 mil lojas virtuais e a expectativa é alcançar 45 mil em 2014. No entanto 70% delas fazem menos de dez vendas por mês e são consideradas inoperantes, indica um levantamento feito pela ABComm (Associação Brasileira de Comércio Eletrônico).

“As pessoas se entusiasmam e não entendem que somente abrir uma loja virtual e colocar os produtos no ar é diferente de gerenciar um e-commerce, com infraestrutura de operação, entregas, reposição etc.”, afirma Mauricio Salvador, presidente da associação –a pesquisa leva em conta informações de 282 sites de venda de produtos.

A ABComm prevê que o setor vá faturar R$ 39,5 bilhões neste ano.”

Vender online requer muito planejamento e dedicação assim como qualquer negócio. Por isso a Edm2 oferece serviço de assessoria e consultoria para e-commerce. Nosso serviço é focado em fazer o seu negócio decolar e ao mesmo tempo mantendo o custo operacional baixo. Ter um e-commerce sem planejamento é a mesma coisa que abrir uma loja no deserto.

Fonte: Folha de São Paulo, 12/01/2014

 

 

 Topo