estrategia de marketing

Negócio Local? O Facebook tem um formato para você!

Nos dias de hoje é difícil encontrar empresas que ainda não tenham investido alguns reais sequer no Facebook Ads. A plataforma é a rede social mais usada no mundo, e, por isso, a presença de anúncios dentro do site é praticamente obrigatória. O Facebook busca a cada dia novas maneiras de trazer anúncios específicos para cada negócio, colocando novas opções que irão beneficiar os anunciantes. Agora, uma nova opção de anúncio está disponível na rede social, e ela pode ser perfeita para o seu negócio.

Nova ferramenta de segmentação

Como já sabemos, existem diversas formas de segmentação dentro do Facebook. Elas ajudam a tornar os anúncios muito mais efetivos, já que é mais fácil atingir quem tem interesse pelos assuntos que você anuncia.

Qual a novidade?

Pensando nos negócios locais, o Facebook agora passou a trazer notificações de locais com base na localização dos usuários.
Essa notificação vem nas atividades, aquele lugar em que todos nós clicamos várias vezes ao dia.
Isso coloca a sua marca ainda mais próxima do usuário, já que agora, com apenas um clique, ele poderá ser direcionado para a sua página.
A estratégia é ótima para lojas, restaurantes e diversos outros tipos de negócio que buscam atrair cada vez mais clientes.
Se você ainda não faz anúncios da sua marca, produto ou serviço dentro da maior rede social do mundo é melhor começar a olhar com mais carinho para o Facebook.

Pense mais no seu cliente do que no seu concorrente!

Análise de concorrente: Pense no seu cliente

Acervo: Edm2

As empresas nos dias de hoje estão obcecadas em se manter a frente dos concorrentes. Vejo muitas delas falando sobre sites, redes sociais, email marketing e vários outros meios de propaganda que os outros fazem. Mas o que tenho notado é que a maior dificuldade atualmente é se manter alinhado com seu cliente e não com o concorrente. Não quero dizer que observar a concorrência seja ruim, mas observar o cliente é muito mais importante.

Uma razão para tal é que as pessoas estão se tornando cada vez mais digitais de maneira muito mais rápida que as empresas. Pense, por exemplo, que as pessoas são como pequenas empresas, elas estão mudando o seu comportamento (processos) de compras, aquisição de talento, aprendizado, finanças etc. Agora traduzindo esse comportamento para canais digitais teremos: e-commerce/mobile commerce, cursos EAD (distância), fintechs (paypal, nubank etc). Assim como as pessoas, a sua empresa está seguindo essa mesma tendência?

Com isso, as expectativas do cliente mudaram também. Muitos não estão mais comparando com a concorrência e sim, com aqueles que oferecem o melhor atendimento. Ou seja, às vezes o seu serviço ou produto é mais caro, porém o atendimento é melhor que o do seu concorrente. O bom atendimento é a mais poderosa ferramenta de fidelização da atualidade.

Então como transcender a essa expectativa do cliente?

Montei algumas ideias de como superar a expectativa na era do barato, bom e rápido:

Grande e pequeno: Combine a velocidade, agilidade e criatividade de ser pequeno com o âmbito, a dimensão e influência de ser grande.

Complexo e simples: Gerenciar os sistemas e processos complexos, enquanto a criação deve ser simples e elegante para os clientes.

Global e pessoal: Alcance o maior número de pessoas, mas seja relevante e sob medida para cada cliente. Essa é a essência de todos os serviços da Edm2.

Os clientes querem ter poderes e não serem controlado. Aja com empatia

Antigamente, você direcionava o que o cliente teria que fazer, comprar e agir. Hoje isso virou um verdadeiro crowdsourcing. Ou seja, você terá que envolver o cliente com toda a empresa para chegar a uma solução. Reciprocidade começa a reinar. A cada dificuldade no projeto interagir e procurar a solução juntos não é um sinal de fraqueza, mas sim de transparência. Isso faz com que o cliente sinta-se parte do processo.

O cliente começou a pensar de maneira não linear

Os clientes de hoje esperam que você esteja onde eles estão, entregar o que eles querem, quando querem e como querem. Os clientes vão esperar que na próxima vez que falar com qualquer pessoa da sua empresa, todos estejam envolvidos com o que está acontecendo. Basicamente, fechar um negócio se tornou algo que não envolve apenar o vendedor, mas sim todos os seus colaboradores.

Para preparar a sua empresa para a era do cliente 3.0 deve-se alinhar:

Estratégia: deve ir além de análise de mercados, fazer planos, espiar concorrentes e prever o futuro. Estratégia também tem de construir capacidades e transformar a cultura da empresa.

Personalização: direcionar a linguagem e direcionamento do trabalho feito para que o cliente sinta-se exclusivo. Todo processo deve ser alinhado de acordo com o perfil das necessidades de cada cliente.

Social: não pode ser considerada simplesmente como um canal de postagens. Mas deve ser feito para a construção de relacionamentos genuínos. Para ter um bom relacionamento você precisa possuir canais de interação com o seu cliente, independente da industria ou segmento que você está atuando.

Ser leal: precisa ser mais do que acumular pontos por prêmios. Para ser genuína e duradoura, a lealdade precisa ser recíproca. Se você quer lealdade, você tem que ser fiel também!

Operações: precisam ir além da eficiência da empresa para a eficiência do cliente. Como você pode otimizar para ajudar os clientes a obterem mais de seu tempo e esforço, e não apenas o dinheiro deles?

Como posso começar?

Bom… se você está lendo esse artigo até aqui já é um bom começo. Reinventar, questionar e aprimorar são importantes para qualquer empresa. Por isso, pare de pensar no que o concorrente faz, pense em como você pode melhorar o relacionamento do seu cliente. Assim você não precisará se preocupar tanto com que as outras empresas de seu segmento estão fazendo.

Dúvidas? Me mande um email no edanton@edm2.com.br que podemos conversar mais a respeito ou deixe um comentário aqui!

Por que contratar uma agência de Marketing

Agencia de Marketing - Acervo Edm2

Agencia de Marketing – Acervo Edm2

Antes de contratar uma agência de marketing é de extrema importância entender o que é uma agência, o que faz e como uma agência pode ajudar a sua empresa a obter resultados melhores e a melhorar a sua imagem corporativa.

Panorama do departamento de marketing no Brasil

Basicamente uma agência de marketing tem como pressuposto oferecer suporte a campanhas voltadas a vendas e também ao posicionamento da empresa perante seus clientes ou público alvo. Nos dias de hoje com inúmeras ferramentas disponíveis no mercado e também com uma mudança crescente no perfil de seus clientes, tornar a comunicação corporativa de qualquer empresa tem sido desafiador. No Brasil é muito comum encontrar organizações onde o departamento de marketing consiste em uma única pessoa que nem sempre tem um entendimento pleno da área e também acumula outras funções administrativas da empresa, além da grande variedade de ferramentas e da pouca importância dada pelos empresários a área de marketing outro fator que deixa a área ainda mais limitada é verba, vejo em muitas empresas incluindo muitos clientes da Edm2 considerando o marketing como despesa e não como investimento. Sabemos que o marketing deve ser acompanhado por uma série de indicadores de performance os ditos KPIs mas mesmo assim muitas empresas não consideram esses indicadores relevantes suficiente para uma reunião da diretoria. Sabemos que esse desafio de considerar o marketing importante é uma fase de toda empresa independente do seu tamanho ou segmento de atuação e deve ser encarado como tal.

O que uma agência de marketing faz afinal de contas?

Ao contrário que muita gente acha marketing não se limita a fazer imagens no Photoshop ou enviar Email marketing. O marketing tem como sua principal objetivo estabelecer um plano de ação, estratégias para a comunicação da empresa e de seus produtos ou serviços. São os “caras” que oferecem a munição certa para que o seu departamento de vendas consiga vender com mais facilidade, estabelece processos e padrões para que a sua empresa possa se relacionar melhor com seus clientes, fornecedores e colaboradores. O pessoal do marketing tem como responsabilidade de analisar as melhores maneiras, estratégias e canais que a sua empresa pode utilizar para interagir com o mercado (segundo Kotler “estabelecer trocas”).

Mas e agora por que devo contratar uma agência de marketing?

Como explicado acima se você acha que a sua empresa precisa de mais suporte e um folego maior para interagir com o seu público alvo, você já tem um bom motivo para correr atrás de uma agência. É muito importante considerar o marketing como um investimento que pode trazer ótimos resultados para a empresa desde que executado corretamente e que seja valorizado. Ou seja a empresa precisa estar aberta a mudanças e tendências de mercado! Afinal de contas não faz sentido algum contratar uma agência para fazer mais do mesmo, por isso é importante valorizar e deixar com que o seu departamento determine as estratégias para você. Por isso é importante definir o objetivo do marketing e que isso fique claro perante a todos os colaboradores da organização.

Quais resultados devo esperar de uma agência de marketing?

Bom, essa pergunta que todo mundo faz ao contratar um serviço. O grande dilema do marketing hoje é que muitas empresas procuram marketing como uma salvação para vendas e esquecem que o marketing não está somente orientado a quantos pedidos você tirou no dia mas também ao posicionamento, a impressão que as pessoas tem em relação a sua marca, o que seus colaboradores acham de onde trabalham e também como a sua empresa se porta no mercado como um todo. Isso mesmo até a forma como você trata seus fornecedores é uma maneira de fazer marketing! O que as pessoas sentem, percebem, notam, esperam está relacionado ao jeito que você determina o tom da sua mensagem e quem determina esse tom é o departamento de marketing e a sua agência.

Por isso quando chegar o momento de contratar uma agência pense em como você enxerga a sua empresa e onde você quer chegar e alinhe isso com seus colaboradores pois só assim você poderá colher ótimos frutos. Pense nisso!

Você comete esses 4 erros na sua empresa

Muitas vezes nos acomodamos com algumas atitudes e acabamos deixando de lado atitudes importantes no dia a dia das empresas. Descubra se você comete esses erros e entenda maneiras de melhorar.

Não perguntar ou chamar seu cliente pelo nome

Muitas pessoas não sabem, mas tratando o outro pelo nome você demonstra que conhece a pessoa e gera um sentido de importância para ela.

O Som do nosso nome é uma espécie de gatilho mental, que faz vibrar nossa energia corporal fazendo com que nosso cérebro entre em ação e comece a participar de uma conversa.

Um estudo realizado na Universidade do Texas, Estados Unidos, comprovou que o nome de uma pessoa é o som mais agradável para ela. Por exemplo: Você está em uma praça de alimentação em um shopping, sábado à tarde e de repente ouve seu nome, o que você faz? Imediatamente olha para trás e procura quem o chamou, não é mesmo? Imagine agora o impacto de mencionar o nome do seu cliente, durante seu atendimento?

Deixar de investir em treinamentos

 Quando se lida com clientes por telefone ou presencialmente é preciso que toda a equipe esteja alinhada e com um pensamento de trabalho em equipe. Muitas Micro, Pequenas, Médias e Grandes empresas, perdem fortunas diariamente por não treinar, motivar e capacitar seus profissionais. Você pode não acreditar, mas seu cliente sente essa diferença quando está em uma negociação e percebendo isso, eles se propõem a investir um pouco mais, só por ter tido prazer de ser muito bem atendido.

Valorizar o pagamento mais que o atendimento

Um erro rotineiro é achar que, só porque o cliente paga em dia, e o serviço é prestado como prometido não há necessidade para preocupações. Na verdade, garantir um atendimento personalizado e sempre buscar solucionar os problemas que surgem frequentemente ajuda a estreitar a relação de empresa x cliente. É necessário focar em deixar seu cliente sempre satisfeito e não simplesmente focar em quando será o próximo pagamento.

Não agradecer a um cliente por dar feedback

Quantos clientes pensam que seu produto falha em algum aspecto e não dizem nada a respeito? Assim como a reclamação, o feedback é o melhor presente que um cliente pode nos dar (além de seu dinheiro!) Faça um grande pós-venda e mostre preocupação com o grau de satisfação do seu cliente depois do processo de compra.

“Seus clientes mais insatisfeitos são sua melhor fonte de aprendizado. ”

– Bill Gates

Marketing em tempos de crise

Fonte: Reprodução

Fonte: Reprodução

Recentemente o noticiario só tem mostrado números negativos, instabilidade governamental e várias otras notícias pouco otimistas sobre o cenário político e econômico. Obviamente diversas empresas principalmente os seus dirigentes começam a determinar corte de gastos durante a crise e em muitos casos o marketing e o budget publicitário são os principais alvos. Mas será que é realmente positivo adotar cortes ou suspenção das atividades de marketing de sua empresa?

Alguns estudos nos EUA mostraram que durante a recessão de 2008 diversos produtos e serviços continuaram a vender normalmente. Isso quer dizer que muitos produtos não são impactados pela recessão. É claro que o consumidor e muitas empresas ficam mais seletivas na hora de efetuar uma compra mas tudo vai depender da forma como esse produto ou serviço é apresentado. Fonte: Inc Magazine.

Empresas que fizeram cortes administrativos e até mesmo de produção tendem a ter um desempenho melhor na crise do que empresas que cortaram a sua verba de marketing. Por outro lado empresas que fizeram cortes no marketing tiveram uma piora significativa de seu faturamento. Ou seja cortar custos faz parte em tempos de recessão mas é muito importante ponderar o que deve ser suspenso. Fonte: ADWEEK-2014.

No Brasil não é muito diferente, a todo instante vemos demissões e mais demissões acontecendo, um bom exemplo disso é o setor automobilístico que apesar de queda abrupta em vendas continuam a investir em publicidade no horário nobre e até mesmo em outros meios para tentar reverter o quadro depressivo em vendas.

Basicamente cortar o invesitmento de marketing pode soar como um alívio mas tem um lado ruim nisso, você pode estar cortando  os principais mecanismos para que sua empresa continue a vender, dessa forma o gasto com marketing e publicidade deve ser cuidadosamente analisado.

Aqui na Edm2 atendemos empresas de pequeno e médio porte notamos que algumas empresas optaram em reduzir os seus gastos com mídia e outras por outro lado aumentaram as que reduziram tiveram queda ainda maior nas vendas e as que aumentaram ou cresceram ou mantiveram a sua performance.

Em tempos de crise corte de custos devem ser cuidadosamente analisados pois as vezes cortamos aquilo que é nossa salvação.

A importância do tráfego do site

Uma vez que um site foi construído e lançado, ainda há muito trabalho necessário em uma base regular.

Uma dessas tarefas é a promoção, e a outra é entender o que o site está fazendo em termos de tráfego. Sem tráfego o site se torna inútil, e a única maneira de saber sobre ele é através de estatísticas. Estatísticas fornecem aos proprietários de sites o conhecimento e ajudam os gestores web a aprimorar características. O acompanhamento de estatísticas do site ajuda a ganhar dinheiro.

Basicamente, o acompanhamento de estatísticas é uma das funções mais importantes que um webmaster tem.

Sem estatísticas, os proprietários da web não têm ideia de onde seus acessos vêm. Na verdade, é possível que eles estivessem “atacando” um país, e depois descobrissem que seus leitores são originários de outro. Isto é de extrema importância se as vendas dependem de uma região específica.

Departamento Comercial x Departamento de Marketing

Ainda é bastante comum ver pessoas que fazem confusão entre as características e funções de um Departamento de Marketing e o Departamento Comercial. As duas áreas apresentam características semelhantes e se completam, sendo o Departamento de Marketing um potencializador das ações da área Comercial.  Para te ajudar a entender um pouco melhor quais são as diferenças entre eles, nós preparamos uma útil explicação.

Departamento Comercial

O Departamento Comercial é responsável por coordenar as atividades de venda dos produtos ou serviços da empresa. É a partir dele que as empresas obtêm lucro e recursos financeiros para que possa crescer e sobreviver economicamente.

Departamento de Marketing

O Departamento de Marketing é responsável pela venda de forma indireta. Os profissionais deste departamento têm como objetivo estudar o mercado, verificar quais as melhores opções, e planejar estratégias para que a empresa consiga vender seus produtos/serviços, e consequentemente, cresçam economicamente.

Como podemos perceber, mesmo que com funções diferentes, os departamentos acabam se completando, o que faz com que as pessoas se confundam em relação a eles. Em pequenas empresas é comum que os dois departamentos acabem se unindo, o que pode gerar sobrecarga de atividades, e até problemas na hora de tomar decisões.

Um departamento precisará do outro, mas isso não significa que criando um só, sua empresa terá um melhor resultado. O interessante é dividir suas atividades, e assim conseguir com que sua instituição tenha um melhor planejamento e uma melhor postura de vendas.

Dicas de Marketing Para Pequenas Empresas

As pequenas e médias empresas que buscam crescer devem investir em marketing, e caso sua empresa não seja grande o suficiente para possuir um departamento inteiro, você tem a opção de terceirizar o seu marketing.

Para que você consiga crescer como empresa, separamos algumas dicas essenciais para fortalecer o marketing de sua empresa.

1 – Invista nas redes sociais: Sua empresa ainda não possui uma página nas principais redes sociais? Então trate de cria-la. Com o crescimento das redes sociais, estar no facebook e twitter é um meio de descobrir o que as pessoas têm falado sobre sua empresa. Além de ser um marketing interessante para seus serviços.

2 – Construa uma marca forte: Mesmo que sua empresa seja pequena e não possua uma grande fatia de mercado, uma pequena empresa deve consolidar sua imagem.

3 – Bom atendimento: A imagem que sua marca adquiriu nada vai adiantar se você não possuir um bom atendimento. Tenha uma equipe que responda com rapidez e qualidade. Tendo um bom atendimento, sua empresa fica bem vista no mercado.

4 – Possua um plano de marketing: Não adianta você possuir redes sociais eficientes, uma marca forte, e diversos outros benefícios na sua empresa, se você não tiver bem definido qual será o seu plano de marketing. Ele é ideal pra saber onde você está e aonde você quer chegar a um longo prazo.

5 – Calcule o retorno por investimento: O marketing é cheio de métricas, e que devem ser estudadas detalhadamente. Tenha uma planilha, saiba onde você está investindo certo, onde não tem tido retorno. Tudo isso te ajudará a divulgar sua marca da forma mais correta possível.

Importância da Gerência de Marketing

Gerenciar o Marketing de sua empresa não é tarefa fácil. Nos dias de hoje, o mercado exige profissionais especializados, e uma atenção especial, para que não fiquem lacunas dentro da empresa, tudo isso para que haja eficiência na gerência.

O que diferencia uma empresa em relação aos seus concorrentes no mercado são suas vantagens competitivas, e é nessa parte em que o Gerente de Marketing deve estar ainda mais antenado. Se não houver uma atenção especial com relação aos concorrentes, sua empresa será “passada para trás”, pois não terá mais a vantagem da inovação. O mercado é dinâmico, e a disputa é acirrada pela fatia de consumidores, afinal, seu público alvo sempre será alcançado pela mensagem, seja ela da sua empresa, ou do seu concorrente.

O marketing está longe de ser uma ciência exata. Ele requer inúmeros estudos e análises para que você saiba onde está e aonde quer chegar com a sua empresa. O marketing também não é um evento, e sim um processo, com começo, meio, mas nunca um final, buscando sempre melhorar o processo das ações.

Procure sempre ter um profissional capaz, que possa preencher todas as lacunas que o marketing deixa. Sua empresa ainda é muito pequena para um departamento de marketing? Terceirização do Marketing é sempre uma opção, assim você terá pessoas capazes de gerir o marketing de sua empresa, sem precisar contratar uma equipe própria. Procure saber sobre suas necessidades de mercado.

Terceirização do marketing da sua empresa

Como dissemos em nosso blog recentemente, o marketing é essencial para o crescimento de uma empresa. Porém, algumas delas não contam com profissionais capacitados, e até mesmo, não podem ter um crescimento muito grande a ponto de criar um departamento especializado na função.

A solução para isso pode ser mais simples do que parece: Terceirização do marketing da sua empresa. Existem agências especializadas nesse tipo de serviço, elas são agências de marketing que possuem conhecimentos de estratégias voltadas para pequenas e médias empresas. Essas agências possuem o conhecimento necessário não só para criar promoções, as agências de marketing têm como foco estratégias para gerar resultado.

Terceirizar o marketing seria como se sua empresa agora passasse a ter um departamento especializado, esse departamento seria responsável por dar ideias e criar estratégias para o crescimento constante da sua empresa.

Está precisando de um departamento de marketing para a sua empresa? A Terceirização pode ser a resposta.

1 2 3 4  Topo